Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1034
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Potencial arqueológico de Cruz Alta: propostas para uma arqueologia da cidade
Other Titles: Potencial Arqueológico de Cruz Alta: propostas para uma arqueologia da cidade
metadata.dc.creator: Caino, Jonathan Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Carle, Cláudio Baptista
metadata.dc.description.resumo: A cidade de Cruz Alta, no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, reconhece a si mesma como uma cidade histórica. Fundada em 1821 em um contexto de disputas de fronteiras entre Portugal e Espanha, a história oficial do município dá ênfase em alguns elementos de seu passado, como a ocupação inicial da área enquanto uma rota de comércio de gado, período no qual as populações indígenas são rechaçadas da região e da história local. Sua história é em geral a das elites brancas e rurais, e raramente a dos pobres, dos escravos, ou do cotidiano. Estas histórias são assumidas como o verdadeiro passado, herança de seus habitantes. O patrimônio cultural do município reproduz esta lógica, uma vez que atua basicamente em bens arquitetônicos que se referem em geral às mesmas elites. Narrativas históricas e discursos patrimoniais são os meios pelos quais uma cidade representa seu passado, e assim o passado da cidade aparece simplificado, sem conflitos e sem contemplar a diversidade de cenários e atores sociais que compõem a história da cidade. Uma arqueologia da cidade pode dar conta do enorme potencial arqueológico da área central da cidade, e trazer aos debates estes outros atores. O levantamento historiográfico e o uso de fotos e plantas históricas permitiram traçar o processo de ocupação da cidade, e assim identificar áreas de potencial arqueológico, destacando as possibilidades interpretativas de seu estudo. A área central da cidade foi dividida em três camadas arqueológicas identificadas pelo período ao qual se referem, e nestas três camadas, alguns lugares específicos foram identificados por suas potencialidades. Como resultado, é proposta uma carta arqueológica que permite localizar na cidade atual as áreas de interesse arqueológico
Abstract: The city of Cruz Alta, in the northwest of the Rio Grande do Sul state, recognizes itself as a historical city. Founded in 1821 in a context of borders dispute between Portugal and Spain, the official history emphasizes some elements of its past, like the initial occupation of the area as the route of cattle trade, in a period where the indigenous populations were repelled of the region and the local history. Its history is the history of the white, rural elites; rarely that of the poor, slaves, or the everyday life. These histories are assumed as the real past, heritage of the city inhabitants. The cultural heritage of the city reproduces this logic, once it actuates basically on architectural goods which make reference to the same elites. Historical narratives and heritage discourses are the ways in which a city represents its own past, and then the city s past looks simplified, without conflict and without contemplate the diversity of settings and social actors that compose its history. An archaeology of the city can handle with the enormous archaeological potential of downtown area, and bring this other actors to the debate. A historiographical survey and the use of photos and historical maps allowed to draw the process of occupation of the city, and with this data areas with archaeological potential are identified, highlighting the interpretive possibilities of its study. The central area of the city is divided in three archaeological layers, identified by the period of occupation and, into these three layers, some specific places are identified by its potentialities. As a result, is proposed an archaeological map that allows the location of areas of archeological interest in the actual city
Keywords: Cruz Alta
Arqueologia urbana
Paisagem
Memória social
Patrimônio cultural
Urban archaeology
Landscape
Social memory
Cultural heritage
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::ARQUEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural
Citation: CAINO, Jonathan Santos. Potencial Arqueológico de Cruz Alta: propostas para uma arqueologia da cidade. 2012. 185 f. Dissertação (Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1034
Issue Date: 29-Mar-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jonathan_Santos_Caino_Dissertacao.pdf9,61 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.