Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1265
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Desenvolvimento de ferramentas para a manipulação genética e metodologias para a identificação de fatores de virulência de Leptospira spp
Other Titles: Development of tools for the genetic manipulation 4 and methodologies for the identification of virulence factors of Leptospira spp
Authors: Cerqueira, Gustavo Maia de
metadata.dc.description.resumo: Neste estudo, o Himar1 foi utilizado para a obtenção de um total de 929 mutantes, dos quais, 721 correspondem a seqüências codificadoras (CDS) interrompidas pelo transposon, cobrindo 551 genes diferentes. Alguns mutantes foram avaliados com relação aos efeitos da interrupção gênica sobre a virulência em modelo animal, e dois mutantes atenuados contendo o transposon em genes hipotéticos foram identificados. Outro estudo realizado buscou desenvolver uma nova ferramenta genética para auxiliar no estudo da função de genes específicos. Assim, foi desenvolvido um sistema de expressão induzível para L. biflexa. Este sistema de expressão empregou como repórter o gene da proteína verde fluorescente (gfp) e o gene da proteína flagelina B (flaB). L. biflexa fluorescente foi observada, assim como leptospiras que voltaram a ter mobilidade após a adição do agente indutor (IPTG). Finalmente, foi conduzido um estudo para a determinação da presença dos genes da família lig nas diversas espécies de leptospiras patogênicas, através da técnica de PCR. O gene ligB apareceu amplamente distribuído, enquanto que ligA e ligC foram detectados apenas em um reduzido número de sorovares. Além disso, a sequência de um fragmento específico de 214 pb do gene ligB pode ser usada para a constituição de um novo método para a classificação das espécies patogênicas de Leptospira
Abstract: In this study, Himar1 was used to obtain a total of 929 transposon mutants, of which, 721 correspond to coding sequences (CDS) disrupted by the transposon in 551 different genes. Some mutants were evaluated regarding the effect of gene disruption to virulence in the hamster model, and two attenuated mutants containing the transposon into hypothetical genes were identified. Another study aimed to develop a new genetic tool to help in the study of specific genes. Thus, an inducible expression system for L. biflexa was developed. Such inducible expression system employed as reporter genes the green fluorescence protein (gfp) and the gene encoding for the flagelin B protein (flaB). Fluorescent L. biflexa (GFP) and motile leptospires (FlaB) were observed after induction by IPTG. Finally, another study was conducted to determine, by PCR amplification, the presence of the lig genes in different pathogenic species. ligB appeared to be ubiquitously distributed, while ligA and ligC were detected only in a reduced number of serovars. In addition, a 214 bp specific ligB fragment was used to constitute a new method for pathogenic Leptospira species classification.
Keywords: Lepstopirose
Genética
Virulência
Leptospira spp.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Biotecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
Citation: CERQUEIRA, Gustavo Maia de. Development of tools for the genetic manipulation 4 and methodologies for the identification of virulence factors of Leptospira spp. 2009. 145 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2009.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1265
Issue Date: 6-Mar-2009
Appears in Collections:Pós-Graduação em Biotecnologia: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_gustavo_cerqueira.pdf9,46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.