Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1642
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMiranda, Ana Ruth Morescopt_BR
dc.creatorNey, Luanda Alvariza Gomespt_BR
dc.date.accessioned2014-08-20T13:47:53Z-
dc.date.available2014-01-06pt_BR
dc.date.available2014-08-20T13:47:53Z-
dc.date.issued2012-04-13pt_BR
dc.identifier.citationNEY, Luanda Alvariza Gomes. Acentuação gráfica na escrita de crianças das séries iniciais. 2012. 118 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/123456789/1642-
dc.description.abstractThis research describes and analyses, in data extracted from spontaneous texts, the use of acute accent marks by young primary students. It is debated the relations established, in initial writing, between acute accent marks and children s knowledge about the language prosody. The proposal for attribution of acute accent marks by Bisol (1992, 1994) is the basis of this study. The analyzed corpus is comprised of 3161 words (not verbs) which receive acute accent marks, according to spelling norm, and 222 words where the words received acute accent marks when, according to the norm, it is not necessary. The resulting data were obtained by research made with 987 texts produced by children in two schools, a private and a public in the city of Pelotas/RS. The data were submitted to qualitative and quantitative analysis having into account two categories: correct answers and mistakes. The results demonstrate that: i) the majority of correct answers referring to acute accent marks occur in oxytone words and tonic monosyllables, mainly when the stressed vowels are the medium o and e ; ii) when stressing inadequately, children end up revealing coherent hypothesis related to phonetics and also to language prosody, because, in most of these cases, the acute accent marks, besides coinciding with the tonic syllable of the word, it is used for indicating open vowels; iii) the data of omission of acute accent marks represent 84% of the mistakes registered; iv) when the acute accent mark takes place in the changed syllable, it is verified a tendency in stressing as tonic the penultimate syllable, which characterizes the general rule of prosodic acute accent mark in Portuguese. The data confirm also that the progress in education constitutes an important factor for appropriation of rules of acute accent marks use by young learners, mainly, in private schools. Keywords: acute accent marks, prosodic accent marks, writing acquisition.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2014-08-20T13:47:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Luanda Alvariza Gomes Ney_Dissertacao.pdf: 1302951 bytes, checksum: 0084930b669bff09e5270f2e21767a98 (MD5) Previous issue date: 2012-04-13en
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Pelotaspor
dc.rightsOpenAccesspor
dc.subjectAcento gráficopor
dc.subjectAcento prosódicopor
dc.subjectAquisição da escritapor
dc.subjectEnsino-aprendizagempor
dc.subjectOrtografia-fonologiapor
dc.subjectAcute accent markseng
dc.subjectProsodic accent markseng
dc.subjectWriting acquisitioneng
dc.subjectTeaching/learning processeng
dc.subjectSpelling/phonologyeng
dc.titleAcentuação gráfica na escrita de crianças das séries iniciaispor
dc.typemasterThesispor
dc.contributor.authorIDCPF:00946872007por
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6020032781857203por
dc.contributor.advisorIDCPF:41141776049por
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5342617922616660por
dc.contributor.referees1Gonçalves, Giovana Ferreirapt_BR
dc.contributor.referees1IDCPF:58265775091por
dc.contributor.referees1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4706067J6por
dc.contributor.referees2Pinto, Maria das Graças Carvalho da Silva Medeiros Gonçalvespt_BR
dc.contributor.referees2IDCPF:75019973734por
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0468641258337595por
dc.description.resumoEsta pesquisa descreve e analisa, em dados extraídos de textos espontâneos, o uso da acentuação gráfica por crianças das séries iniciais. Discutem-se as relações estabelecidas, na escrita inicial, entre o acento gráfico e o conhecimento que as crianças possuem sobre a prosódia da língua. A proposta para atribuição do acento de Bisol (1992, 1994) serve de base para o estudo. O corpus analisado é constituído de 3161 palavras (não-verbos) que devem ser grafadas com acento, conforme a norma ortográfica da língua, e 222 palavras em que houve a grafia do acento quando este, segundo a norma, não é necessário. Os dados foram obtidos a partir do levantamento feito em 987 textos produzidos por crianças de duas escolas, uma pública e outra particular, da cidade de Pelotas/RS. Os dados foram submetidos à análise quali-quantitativa, considerando-se duas principais categorias: acertos e erros. Os resultados mostram que: i) o maior número de acertos referentes à grafia do acento ocorre em palavras oxítonas e monossílabos tônicos, principalmente quando as vogais acentuadas são as médias o e e ; ii) ao grafarem acentos indevidos, as crianças acabam por revelar hipóteses coerentes com a fonética e com a prosódia da língua, pois, na maioria desses casos, o acento, além de coincidir com a sílaba tônica da palavra, é utilizado para indicar vogais abertas; iii) os dados de omissão do acento representam 84% dos erros registrados; iv) quando ocorre grafia do acento na sílaba trocada, verifica-se uma tendência em marcar como tônica a penúltima sílaba, o que caracteriza a regra geral do acento prosódico do português. Os dados atestam ainda que o avanço na escolarização constitui um fator importante para a apropriação das regras de utilização do acento gráfico pelas crianças, sobretudo, na escola particular.por
dc.publisher.departmentEducaçãopor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopor
dc.publisher.initialsUFPelpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.publisher.countryBRpor
Aparece nas coleções:Pós-Graduação em Educação: Dissertações e Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luanda Alvariza Gomes Ney_Dissertacao.pdf1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.