Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1719
Tipo: Dissertação
Título: A presença feminina na Faculdade de Direito de Pelotas - RS
Autor(es): Costa, Valesca Brasil
Resumo: Este trabalho intitulado A presença feminina na Faculdade de Direito de Pelotas- RS , desenvolvida na Faculdade de Educação de Pelotas no núcleo de História da educação trata de um estudo que está intimamente relacionado com minha trajetória de vida, uma vez que sou graduada em Direito e captei no ambiente jurídico prática que mesmo silenciosa desenhava diferenças em entre homens e mulheres que circulavam nesse espaço considerado inicialmente como profissão tida como tipicamente masculina.Cabe considerar que na realização da primeira fase da pesquisa, se trabalhou na revisão bibliográfica. Já a segunda fase da pesquisa, realizada posterior, teve como local a Faculdade de Direito de Pelotas, mais especificamente o Centro Acadêmico Ferreira Viana e biblioteca da mesma faculdade, e ainda a Biblioteca Pública Pelotense onde então se trabalhou com arquivos, jornais, livros, degravação de fitas cassete. Durante a pesquisa constatamos que não havia objeções a presença de alunas na faculdade, de forma que como consta no Artigo49 que a Faculdade, conforme o Estatuto da Faculdade de Direito de Pelotas, datado de1929. Assim, optei por iniciar a pesquisa da dissertação do Mestrado por essa informação, de maneira que constatei que a primeira aluna a ingressar na Faculdade de Direito de Pelotas foi Cilulia de Freitas que ingressou no ano de 1921, filha de Juiz de Direito, buscava seguir os mesmo passos profissionais do pai, no entanto cursou Direito até o quarto ano quando então optou por abandonar os estudos e casar com o colega de aula. Entretanto será no ano de 1936 que teremos as primeiras alunas graduadas na Faculdade de Direito de Pelotas, sendo elas Heloisa Assumpção, Sophia Galanternick, e Maria Adail, mulheres que além de pioneiras dentro do espaço jurídico receberam destaque pela função por elas desempenhada. Rosah Russomano seria também uma das mulheres que se destacaram, com o discurso feito pela então Oradora da turma de Bacharéis em Direito da turma de 1947 constatei mais uma vez o pioneirismo das discentes desta casa, visto ser uma das três mulheres em uma turma com 9 homens e tendo dedicado parte de seu papel de oradora para destacar a situação da mulher na sociedade daquela época.Ainda devemos destacar Gilda Corrêa Meyer Russomano, graduada na turma de 1951, que ainda quando acadêmica se forma como Aluna Laureada. No ano de 1962 se torna professora catedrática de Direito Internacional Público da Faculdade de Direito de Pelotas. Assim percebemos que esta pesquisa se propõe também a resgatar outras figuras femininas que se destacaram na Faculdade de Direito de Pelotas e dentro do espaço jurídico. Dessa maneira, ao dedicarmos nosso estudo as primeiras alunas a concluírem o curso de Direito em Pelotas, não estamos somente resgatando o passado histórico da Faculdade de Direito de Pelotas, mas também fazendo uma leitura das relações sociais que ocorreram na sociedade, que limitavam a presença das mulheres em papéis decisivos da mesma. Assim, escreveram a história das mulheres da cidade de Pelotas, mais especificamente das mulheres da cidade de Pelotas que optaram pelo mundo jurídico como seu espaço de trabalho e de realizações, elas também foram nossas fontes de pesquisa foram também um exemplo e um atestado de que a educação é um valioso instrumento como forma de inserção da mulher na sociedade, participando diretamente nas decisões e na construção social.
Abstract: This work named The feminine presence in Pelotas-RS Law School , developed in the Education Faculty of Pelotas, research group History of Education, it is a study that is intimately connected to my life, for I am graduated in Law and in the juridical environment I captured a praxis that even silently drew differences between men and women in a place of a profession known as typically masculine. In the first part of the research we did the bibliographic review. The second part took place in the Law School of Pelotas, specifically the Academic Center Ferreira Viana, the School Library and the Public Library of Pelotas where we did some work with archives, journals, books, cassette tapes. During the research we realized that was no objections to feminine presence in the faculty as it is written in the Article 49 from the Law School statute of 1929. So I decided to start the master‟s dissertation research by that information and found out that the first woman student in Pelotas Law School was Cilulia de Freitas, who has entered the faculty in 1921, daughter of a Law Judge, intended to follow her father‟s professional steps but coursed until the fourth year when she decided to quit Law School to marry a class mate. Although it is only in the year 1936 that we have the first women graduated in Pelotas Law School: Heloisa Assumpção, Sophia Galanternick e Maria Adali. Women that besides being pioneers in the juridical area also stud out in their career. Rosah Russomano also stands out for her discourse as spokeswoman of the class of 1947, being one of the three women in a class with 9 men and pointing out in her speech the situation of women in that society. We must also remember Gilda Corrêa Meyer Russomano, graduated in 1951, which were awarded as student and became teacher of International Public Law in the Law School of Pelotas. This research also proposes to rescue other feminine figures that stud out in Pelotas Law School and inside the juridical area. In this way, when we aim our study to the first women students that coursed Law School in Pelotas we are not only recovering the historical past of Law School in that city, but also we are thinking about social relationships that limited the presence of women in decisive society roles. When writing about the women in the city of Pelotas who made an option on the juridical world, we may also say that those women were an example and a demonstration that education is a valuable instrument for women to be part of society as a important subject, directly participating on the decisions and social construction.
Palavras-chave: História da educação
Mulher
Direito
Precursoras
Inclusão
History of education
Woman
Law
Pioneers
Inclusion
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Pelotas
Sigla da Instituição: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: COSTA, Valesca Brasil. A presença feminina na Faculdade de Direito de Pelotas - RS. 2009. 88 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1719
Data do documento: 30-Jun-2009
Aparece nas coleções:Pós-Graduação em Educação: Dissertações e Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Valesca_Brasil_Costa_Dissertacao.pdf2,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.