Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1808
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Condições de trabalho e saúde de profissionais de Educação Física atuantes em academias da cidade de Pelotas
Other Titles: Working conditions and health of physical education professionals working in gyms in the city of Pelotas
Authors: Hartwig, Tiago Wally
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Marcelo Cozzensa da
metadata.dc.description.resumo: A atuação de profissionais de Educação Física em academias é reconhecidamente uma profissão recente, a qual juntamente com outros serviços da saúde foi apontada, no final da década de 1990, como um dos setores que mais se desenvolveria durante o século XX. No entanto, nota-se uma carência literária em relação a informações referentes às condições de trabalho e saúde desse profissional atuante em academias. Órgãos fiscalizadores como Conselhos Federal, Regionais e Sindicatos possuem a incumbência de verificar a realidade profissional desses trabalhadores, como questões salariais, pausas, aspectos contratuais, condições ergonômicas, entre outros. Entretanto, questões referentes ao cumprimento dessas normas devem ser investigadas de forma mais aprofundada. Adicionalmente, há evidências que esse profissional está mais suscetível a agravos relacionados à sua saúde. Problemas musculoesqueléticos, exposição elevado ao ruído, distúrbios vocais, assim como desgaste mental podem estar associados ao ambiente ocupacional em virtude das características de algumas modalidades encontradas nas academias. Objetivo: O presente estudo tem por objetivo verificar as condições de trabalho e saúde dos profissionais atuantes nesses estabelecimentos. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, observacional, de corte transversal contemplando todos os profissionais de Educação Física atuantes em academias de atividade física da cidade de Pelotas-RS. A coleta de dados será realizada através de questionário pré-testado e codificado, contendo questões referentes à parte demográfica e socioeconômica (sexo, idade, cor de pele, situação conjugal e perfil socioeconômico); comportamentais e nutricional (tabagismo, ingestão de álcool, nível de atividade física nos diferentes domínios e índice de massa corporal); relacionadas ao trabalho (condições de trabalho através do perfil e atuação profissional) e relacionadas à saúde como sintomas musculoesqueléticos (utilização do Questionário Nórdico de Sintomas Musculoesqueléticos)problemas relacionados à voz (utilização do Questionário de Qualidade de Vida e Voz), transtornos psiquiátricos menores através do SRQ-20 e avaliação da autopercepção de saúde
Abstract: Introduction : The role of physical education professionals in gyms is a recognized profession recently , which along with other health services was identified in the late 1990s , as one of the sectors that develop during the twentieth century . However , there is a lack literary regarding information concerning working conditions and health of that professional working in gyms . Federal regulatory agencies such as Councils , Regional and Unions have the responsibility to verify the reality of these professional workers , such as wage issues , breaks , contractual , ergonomic conditions , among others . However , issues relating to compliance with those standards should be investigated in more depth . Additionally , there is evidence that this professional is more susceptible to health problems related to their health . Musculoskeletal problems , high exposure to noise , voice disorders , and mental strain may be associated with the work environment because of the characteristics of some types found in gyms . Objective: This study aims to determine the working conditions and health professionals working in these establishments . Methodology : This was a descriptive , observational , cross-sectional covering all physical education professionals working in academies of physical activity in the city of Pelotas . Data collection will be accomplished through pre-tested questionnaire and coded , containing questions related to the socioeconomic and demographic ( gender, age , skin color , marital status , and socioeconomic ) ; behavioral and nutritional factors (smoking , alcohol intake , level physical activity in different domains, and body mass index ), work-related ( work conditions through the profile and professional practice ) and health-related and musculoskeletal symptoms ( using the Nordic Questionnaire for musculoskeletal symptoms ) problems related to voice ( use of Quality of Life questionnaire and Voice ) , minor psychiatric disorders through the SRQ - 20 and evaluation of self-rated health
Keywords: Salário
Carteira de trabalho
Férias
Desconforto musculoesquelético
Transtornos psiquiátricos menores
Qualidade de voz
Atividade física
Ingestão de álcool
Tabagismo
Academias
Profissionais de educação física
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Escola Superior de Educação Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citation: HARTWIG, Tiago Wally. Condições de trabalho e saúde de profissionais de Educação Física atuantes em academias da cidade de Pelotas. 2012. 183 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1808
Issue Date: 23-Mar-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Educação física: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tiago Wally Hartwig.pdf1,95 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.