Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1824
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Barreiras à pratica de atividades físicas em adolescentes da cidade de Pelotas
Other Titles: BARRIERS TO PHYSICAL ACTIVITY PRACTICE IN ADOLESCENTS OF SOUTHERN : BRAZILIAN CITY
Authors: Copetti, Jaqueline
metadata.dc.description.resumo: Objetivo: Verificar a prevalência de barreiras à prática de atividades físicas no período de lazer em adolescentes residentes na área urbana da cidade de Pelotas/ RS, bem como sua associação com sedentarismo no lazer. Métodos: Um estudo transversal de base populacional incluindo 399 adolescentes de 10 a 19 anos foi conduzido em Pelotas, RS, em 2007/2008. Uma amostra representativa dos domicílios foi selecionada em múltiplos estágios. Adolescentes foram classificados como sedentários quando praticavam menos de 300 minutos de atividade física moderada a vigorosa por semana. Oito barreiras foram investigadas: falta de tempo, preguiça/cansaço, falta de companhia, falta de local adequado, falta de dinheiro, dias de chuva, presença de lesões/doenças e medo de se machucar. Resultados: As barreiras mais prevalentes à prática de atividades físicas entre os adolescentes foram os dias de chuva (65,9%), seguida de preguiça/cansaço (37,5%) e falta de local adequado (33,8%). Todas as meninas e 57% dos meninos que relataram seis ou mais barreiras à prática de atividades físicas eram sedentários. As barreiras falta de tempo (p<0,001), preguiça/cansaço (p<0,001) e dias de chuva (p=0,03) permaneceram associadas ao sedentarismo após ajuste para as variáveis sexo, idade, nível socioeconômico e escolaridade. Conclusões: Constatou-se que a falta de tempo, a preguiça/cansaço e os dias de chuva foram fatores de risco para o sedentarismo nesses jovens. Políticas públicas que tenham como alvo os determinantes de um estilo de vida ativo devem ser dirigidas aos adolescentes e a população em geral.
Abstract: Objective: Identify the prevalence of perceived personal barriers to leisure-time physical activity in adolescents living in an urban area of the city of Pelotas/RS, as well its association with leisure-time sedentarism Methods: A population-based cross-sectional study including 399 adolescents aged 10 to 19 was conducted in Pelotas, RS, in 2007/2008. A representative sample of households was selected in multiple stages. Adolescents spending fewer than 300 min·wk in moderate or vigorous physical activities were classified as sedentary. Eight barriers were investigated: lack of time, feel to tired, lack of company, lack of adequate local, lack of money, raining days, have an injury or disease and fear of injury. Results: The most prevalent barriers of physical activity practice among adolescents were raining days (65.9%), followed by feel too tired (37.5%) and lack of adequate local (33.8%). As barreiras falta de tempo ( p<0,001), preguiça/cansaço (p<0,001) e dias de chuva (p=0,03) permaneceram associadas ao sedentarismo após ajuste para as variáveis sexo, idade, nível socioeconômico e escolaridade All girls and 57% of boys that related six or more barriers to physical activity were sedentary. Lack of time (p<0,001), feel to tired (p<0,001) and raining days (p=0,03) remained associated to sedentarism even after controlling for gender, age, socioeconomic level and schooling. Conclusions: Lack of time, feel to tired and raining days were risk factors to sedentarism in adolescents. Public policy focused on determinants of active lifestyle must be directed to adolescents and general population.
Keywords: Barreiras
Atividade física
Adolescentes
Epidemiologia
Barriers
Physical activity
Adolescents
Epidemiology
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Escola Superior de Educação Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citation: COPETTI, Jaqueline. BARRIERS TO PHYSICAL ACTIVITY PRACTICE IN ADOLESCENTS OF SOUTHERN : BRAZILIAN CITY. 2009. 151 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2009.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1824
Issue Date: 23-Mar-2009
Appears in Collections:Pós-Graduação em Educação física: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JaquelineCopetti.pdf553,15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.