Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1826
metadata.dc.type: masterThesis
Title: FREQUÊNCIA AUTO-CONTROLADA DE CONHECIMENTO DE RESULTADOS E TRAÇO DE PERSONALIDADE NA APRENDIZAGEM DE UMA HABILIDADE MOTORA SEQÜENCIAL
Other Titles: Self-controlled frequency of knowledge of results and personality trait in the learning of a sequential Motor task
Authors: Kaefer, Angelica
metadata.dc.description.resumo: No presente trabalho investigou-se a relação entre o traço de personalidade extroversão-introversão e a freqüência de feedback extrínseco auto-controlado na aprendizagem de uma habilidade motora de timing seqüencial em adultos. Os sujeitos responderam ao Eysenck Personality Questionnaire (EPQ) para a avaliação da personalidade. 56 sujeitos, estudantes universitários de ambos os sexos foram selecionados através do EPQ e posteriormente, foram submetidos a uma tarefa motora que consistiu em pressionar teclas do teclado numérico acoplado de um computador portátil, com uma seqüência espacial e temporal específica estabelecida pelo experimentador. O experimento contou com fases de aquisição (60 tentativas), retenção (10 tentativas) e transferência (10 tentativas). As fases de retenção e transferência foram realizadas 24 horas após a fase de aquisição. Os sujeitos foram distribuídos em 4 grupos, formados com a combinação do traço (extroversão/introversão) e a freqüência de fornecimento de CR (auto-controlado e externamente controlado). As variáveis dependentes utilizadas no estudo foram os erros parciais em timing absoluto e timing relativo obtidos em cada bloco. Os resultados apontaram aprendizagem superior para os grupos que praticaram com freqüência auto-controlada de CR em relação aos grupos que praticaram com freqüência externamente controlada. Análises complementares foram realizadas, evidenciando aprendizagem inferior para o grupo de introvertidos que solicitou mais CR no início da prática e menos no final, em relação a todos os outros grupos. Ainda, estas análises complementares evidenciaram, em timing relativo, uma significativa interação entre traço de personalidade e freqüência em relação à alta e baixa solicitação de CR, ou seja, introvertidos que solicitaram alta freqüência de CR aprenderam mais que introvertidos que solicitaram baixa freqüência de CR e, extrovertidos que solicitaram baixa freqüência de CR aprenderam mais que extrovertidos que solicitaram alta freqüência de CR
Abstract: The relationship between extroversion-introversion personality trait and the selfcontrolled frequency of extrinsic feedback, in the learning of a sequential timing motor skill in adults was investigated in the current study. The subjects answered to the Eysenck Personality Questionnaire (EPQ) for the personality evaluation of. 56 citizens. University students of both genders had been selected through the EPQ and had then been submitted to a motor task that consisted of pressing computer keyboard keys, with specific space and timing sequence established by the experimenter. The experiment counted on phases of acquisition, retention and transfer. The retention and transfer phases were carried out 24 hours after the acquisition phase. The subjects were distributed in 4 groups, formed by the combination of the trace (extroversão/introversion) and frequency of KR (selfcontrolled and externally controlled). The dependent variable used in the study was the partial errors in absolute and relative timing in each block. The results indicated superior learning for the groups that had practiced in a self controlled schedule. Complementary analyses were carried out, evidencing inferior learning for the group of introverts that requested more KR at the beginning of the practice and less at the end, in relation to all the other groups. Hence, these complementary analyses demonstrated a significant interaction between personality trait and KR frequency in relation to a high or low request of KR in relative timing, that is; introverts who requested high frequency of KR learned more than introverts who requested low frequency of KR and extroverts who requested low KR frequency learned more than extroverts who requested high KR.
Keywords: Comportamento motor
Aprendizagem motora
Conhecimento de resultados
Traços de personalidade
Motor behavior
Motor learning
Self-controlled feedback
Knowledge of results
Personality traits
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Escola Superior de Educação Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citation: KAEFER, Angelica. Self-controlled frequency of knowledge of results and personality trait in the learning of a sequential Motor task. 2009. 70 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2009.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1826
Issue Date: 26-Mar-2009
Appears in Collections:Pós-Graduação em Educação física: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
angelicakaefer.pdf386,26 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.