Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2085
Tipo: doctoralThesis
Título: Manejo de Calepitrimerus vitis (Nalepa, 1905) (Acari: Eriophyidae) em videiras na Região da Campanha do Rio Grande do Sul
Título(s) alternativo(s): Management of Calepitrimerus vitis (Nalepa, 1905) (Acari: Eriophyidae) in vineyards in the Region of the Campanha of Rio Grande do Sul
Autor(es): Siqueira, Paulo Ricardo Ebert
Resumo: A presença de Calepitrimerus vitis (Nalepa, 1905) em vinhedos na Região da Campanha do Rio Grande do Sul foi verificada a partir da safra 2004/2005 associada a sintomas de bronzeamento nas folhas. No Brasil não existem recomendações para o monitoramento deste ácaro, assim como não se encontra nenhum acaricida recomendado para o manejo da espécie na cultura da videira. Visando detectar diferenças de infestação de C. vitis entre cultivares foi realizado o monitoramento da flutuação populacional de C. vitis nas cultivares viníferas Chardonnay e Merlot, em vinhedo comercial no município de Dom Pedrito-RS, durante os anos agrícolas 2005/2006 e 2006/2007, permitindo identificar diferenças de infestação entre as cultivares de uma safra agrícola para a outra. Foi observado que nas cultivares Chardonnay e Merlot, os picos populacionais de C. vitis ocorrem entre o final de fevereiro e o início de março e que há uma alta correlação entre o número de C. vitis presentes na face abaxial das folhas e o percentual de folhas com incidência da espécie. Em casa de vegetação, durante os anos agrícolas 2006/2007 e 2007/2008 foi avaliada a eficiência de armadilhas adesivas para monitorar C. vitis em estacas destinadas a propagação, comparando as capturas em estacas oriundas de viveiros e vinhedos com diferentes históricos de infestação. Foi observado que as armadilhas adesivas detectam a presença nas estacas de C. vitis. Durante os anos agrícolas 2007/2008 e 2008/2009 foi realizado o acompanhamento da dinâmica populacional de C. vitis na cultivar Cabernet Sauvignon, em vinhedo comercial localizado no município de Candiota-RS, através do emprego de armadilhas adesivas e da observação direta na face abaxial das folhas. Assim como verificado em Dom Pedrito-RS, em Candiota-RS foi observada uma correlação significativa e alta (r² ≥ 0,95) entre o número de C. vitis na face abaxial das folhas e o percentual de folhas com incidência do ácaro. As armadilhas adesivas utilizadas para o monitoramento foram mais eficientes na detecção de C. vitis tanto em períodos de alta como de baixos níveis populacionais. Avaliou-se em vinhedo comercial, inseticidas e acaricidas visando a redução populacional de C. vitis no outono e na primavera de 2008 e no outono de 2009. Os acaricidas espirodiclofeno e cihexatina foram os mais promissores na redução da infestação durante o outono. O emprego de enxofre em uma única pulverização no outono ou em duas pulverizações, sendo uma no outono e outra na primavera, controlou eficientemente C. vitis na primavera. O emprego dos acaricidas abamectina e espirodiclofeno uma única pulverização na primavera ou em duas pulverizações, sendo uma no outono e outra na primavera, controlou eficientemente a população de C. vitis na primavera. Os acaricidas abamectina, azadiractina, cihexatina, enxofre e espirodiclofeno, avaliados para o controle de C. vitis, foram submetidos a testes de seletividade ao ácaro predador Neoseiulus californicus (McGregor, 1954). Foi verificado que 24 horas após a aplicação no vinhedo o acaricida cihexatina foi levemente nocivo, sendo todos os demais produtos testados considerados inócuos. A partir do terceiro dia de aplicação no vinhedo todos os produtos foram inócuos a N. californicus, por causarem mortalidade inferior a 30%.
Abstract: The presence of Calepitrimerus vitis (Nalepa, 1905) in vineyards in the countryside of Rio Grande do Sul was verified from the 2004/2005 harvest associated with symptoms of tanning on the leaves. In Brazil there are no recommendations for monitoring of this mite, just as there is no acaricide recommended for management of the species in vineyards. To detect differences in infestation of C. vitis among cultivars was conducted the monitoring of population fluctuations of C. vitis vinifera cultivars Chardonnay and Merlot, in a commercial vineyard in Dom Pedrito, RS, during the years 2005/2006 and 2006/2007, in order to identify differences in infestation between cultivars of a crop year to another. It was observed that the cultivars Chardonnay and Merlot, the population peaks of C. vitis occurred between late February and early March and there is a high correlation between the number of C. vitis found on the underside of the leaves and the percentage of leaves with the species. In the greenhouse, during the years 2006/2007 and 2007/2008 was evaluated the efficiency of sticky traps to monitor C. vitis in cuttings for propagation, comparing catches in cuttings derived from nurseries and vineyards with different histories of infestation. We observed that the sticky traps to detect the presence in the cuttings of C. vitis. During the crop years 2007/2008 and 2008/2009 was conducted the monitoring of population dynamics of C. vitis in Cabernet Sauvignon, in a commercial vineyard located in the town of Candiota-RS, through the use of sticky traps and direct observation on the abaxial surface of leaves. As observed in the Dom Pedrito-RS, Candiota-RS was observed a significant and high correlation (r ² ≥ 0.95) between the number of C. vitis on the abaxial surface of leaves and percentage of leaves with the mites. The sticky traps used for monitoring were more efficient in detecting C. vitis during periods of high and low population levels. Was evaluated in a commercial vineyard, insecticides and acaricides in order to reduce the population of C. vitis in autumn and in spring 2008 and autumn 2009. The acaricides spirodiclofen and cyhexatin were the most promising in reducing the infestation during the autumn. The use of sulfur in a single autumn spray or two sprays, one in autumn and another in the spring, effectively controlled C. vitis in the spring. The use of acaricides abamectin and spirodiclofen a single spring spray or two sprays, one in autumn and another in the fall and spring, effectively controlled the population of C. vitis in the spring. The acaricides abamectin, azadirachtin, cyhexatin, sulfur and spirodiclofen evaluated for control of C. vitis were tested for selectivity to predatory mite Neoseiulus californicus (McGregor, 1954). It was found that 24 hours after application in vineyard acaricide cyhexatin was slightly harmful, and all other products tested as harmless. From the third day of application in the vineyards all products were harmless to N. californicus, to cause mortality under 30%
Palavras-chave: Ácaros
Monitoramento
Armadilhas adesivas
Controle
Seletividade
Vitis vinifera L.
Mites
Monitoring
Adhesive traps
Control
Selectivity
Vitis vinifera L.
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Pelotas
Sigla da Instituição: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Fitossanidade
Citação: SIQUEIRA, Paulo Ricardo Ebert. Management of Calepitrimerus vitis (Nalepa, 1905) (Acari: Eriophyidae) in vineyards in the Region of the Campanha of Rio Grande do Sul. 2010. 104 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2010.
Tipo de Acesso: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2085
Data do documento: 19-Jul-2010
Aparece nas coleções:Pós-Graduação em Fitossanidade: Dissertações e Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_paulo_ricardo_ebert_siqueira.pdf727,68 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.