Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2325
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Estudo Retrospectivo da Doença de Chagas em doadores de sangue daregião noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil
Other Titles: A Retrospective Study of Chagas Disease In Blood Donors from Northwest of Rio Grande do Sul State, Brazil
metadata.dc.creator: Pedroso, Débora
metadata.dc.contributor.advisor1: Berne, Maria Elisabeth Aires
metadata.dc.description.resumo: A doença de Chagas, descoberta em 1909 por Carlos Chagas, é uma infecção tecidual e hematológica causada pelo protozoário flagelado Trypanosoma cruzi, esse protozoário é transmitido por intermédio do inseto hematófago. Além da transmissão pelo vetor a infecção parasitária pode ser adquirida pelo homem por outras vias, tais como transfusões sanguíneas, acidentes de laboratório, transplantes de órgãos, transmissão oral através da penetração de tripomastigotas pela mucosa oral e por via placentária. Embora a transmissão transfusional mostre um declínio após a implementação da triagem de doadores, esta ainda permanece presente, necessitando, portanto, de constante vigilância. Em vista disso, o presente estudo visa descrever,a partir de uma análise retrospectiva, o perfil sorológico para doença de Chagas em doadores de sangue da cidade de Santiago, localizada na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, na qual a endemia figurava em índices elevados em décadas passadas.Para isso foram analisados os resultados sorológicos de doadores de sangue do Banco de sangue de Santiago durante o período de 2001-2011. Das 10.164 unidades de bolsas de sangue coletadas, com uma média de 1.016 bolsas de sangue por ano, destas 2,68% apresentaram reatividade para T. cruzi, sendo a primeira causa de descarte de bolsas de sangue. A maior frequência de casos positivos ocorreu em homens, com idade média de 38,84 anos, procedentes da zona urbana do município de Santiago. Com relação aos casos positivos do sexo feminino 25% delas tinham idade inferior a 31 anos. A partir destes resultados constatou-se a presença expressiva de soro-reatividade a T. cruzi entre os doadores da região, sendo mais frequente em homens acima de 30 anos. Embora a triagem sorológica detecte a maioria dos casos positivos para doença de Chagas, isso não inviabiliza totalmente a transmissão via transfusional, fazendo-se importante traçar estratégias epidemiológicas para determinar a principal forma de infecção que está ocorrendo na região.
Abstract: Chagas Disease was discovered by Carlos Chagas in 1909. It is an hematological and tissue infection caused by flagellate protozoan Trypanosoma cruzi, which is transmitted by an hematophagous insect. In addition to transmission by the vector this parasitic infection can be acquired by humans in other ways, such as blood transfusion, laboratory accidents, organ transplants, oral transmission by penetration of trypomastigotes through oral mucosa or through placenta. Although blood transmission shows a decline after implementation of donor screening this is still present, and therefore needs constant vigilance. In view of this, the study aims to describe from a retrospective analysis a serological profile for Chagas disease in blood donors from the municipality of Santiago located in the northwestern state of Rio Grande do Sul, in which high levels of endemic disease appeared in past decades. The results of serological blood donors from the Blood Bank of municipality of Santiago were analyzed during the period 2001-2011. Of the 10,164 units of blood collected, with an average of 1,016 units per year, 2.68% were reactive to T. cruzi, being the main cause of discarding blood bags. The higher frequency of positive cases occurred in men, with mean age of 38.84 years old, coming from the urban area of the municipality of Santiago. Regarding the positive cases among women, 25% were younger than 31 years old. From these results, an expressive serum reactivity to T. cruziamong donors in this region could be noticed during the study period, more frequently in men over thirty years old. Although serological screening detects the majority of cases positive for Chagas disease, it does not make impossible transmission via transfusion. Therefore it is important to devise epidemiological strategies to determine the main form of infection that is occurring in the region.
Keywords: Parasitologia
Doença de Chagas
Transmissão transfusional
Triagem sorológica
Parasitology
Chagas disease
Transmission by blood transfusion
Serological screening
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Biologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Parasitologia
Citation: PEDROSO, Débora. A Retrospective Study of Chagas Disease In Blood Donors from Northwest of Rio Grande do Sul State, Brazil. 2012. 56 f. Dissertação (Mestrado em Biologia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2325
Issue Date: 16-Mar-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Parasitologia: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_debora_pedroso.pdf796,27 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.