Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2332
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Efeito imunomodulador de Saccharomyces boulardii em camundongos experimentalmente infectados por Toxocara canis
Other Titles: Saccharomyces boulardii immunomodulatory effect in mice experimentally infected with Toxocara canis
metadata.dc.creator: Avila, Luciana Farias da Costa de
metadata.dc.contributor.advisor1: Leite, Fabio Pereira Leivas
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Scaini, Carlos James
metadata.dc.description.resumo: A toxocaríase humana é uma zoonose negligenciada com alta prevalência em países em desenvolvimento, sendo considerada uma das helmintoses mais prevalentes na América Latina. Probióticos modulam a resposta imune, o que permite uma nova perspectiva de sua utilização na prevenção e no tratamento de doenças parasitárias. Para estudar possíveis mecanismos da ação probiotica mediada por Saccharomyces boulardii, o objetivo deste estudo foi avaliar seu efeito imunomodulador em camundongos experimentalmente infectados por Toxocara canis. Inicialmente foi realizado um teste in vitro para avaliar a existência de ação nociva do probiótico sobre T. canis. A seguir, foi avaliada a modulação da resposta imune de camundongos Swiss suplementados com S. boulardii e infectados experimentalmente por T. canis. Para tal foram estudadas as expressões das citocinas IL-12, IL-17, IL-10, IL-4 e IFNγ em esplenócitos de camundongos com 24 e 48h pós-infecção, pelo método quantitativo da reação em cadeia da polimerase (qPCR). Os resultados obtidos revelam que o probiótico não possui ação direta sobre as larvas do parasito, sugerindo que se faz necessário o contato de S. boulardii com a mucosa intestinal do hospedeiro para o desenvolvimento de seu efeito protetor. Além disso, foi evidenciado que S. boulardii promoveu redução de aproximadamente 40% no número de larvas de T. canis recuperadas. A suplementação com S. boulardii promoveu modulação aumentando a expressão das citocinas IL-12 (7 vezes), IL-17 (42 vezes) após 24h da infecção e IFNγ (43 vezes), nos camundongos não infectados. A modulação da expressão esplênica de IL-10 foi reduzida à metade nos camundongos suplementados após 48h de infecção, e a expressão de IL-4 não mostrou diferença entre os grupos nas condições estudadas. A modulação da imunidade inata, observada em camundongos suplementados com S. boulardii, sugere a elevação da expressão de IL-12 e IL-17 como um dos mecanismos envolvidos por este probiótico na resistência à infecção por T. canis.
Abstract: Human toxocariasis is a zoonotic disease with high prevalence in developing countries and it has been considered one of the most prevalent helminthiasis in Latin America. Probiotics modulate the immune response, which open up a new perspective of their use for prevention and treatment of parasitic diseases. To study the possible mechanisms of action mediated by the probiotic Saccharomyces boulardii, the aim of this study was to evaluate its immunomodulatory effect in Toxocara canis experimentally infected mice. Initially an in vitro test was performed to assess the existence of harmful effect of probiotic on T. canis. Next, was evaluated the modulation of the immune response of Swiss mice supplemented with S. boulardii and experimentally infected by T. canis. To this end the expressions of IL- 12, IL-17, IL-10, IL-4 and IFNγ cytokines in spleen cells from mice at 24 and 48h post- infection were studied by quantitative polymerase chain reaction (qPCR). The results indicate that the probiotic has no direct effect on parasites larvae, suggesting that is necessary the contact of S. boulardii with the intestinal mucosa of the host to the development of its protective effect. Furthermore S. boulardii promoted reduction of approximately 40% of the number of T. canis larvae recovered. Supplementation with S. boulardii modulated by increasing the expression of IL-12 (7 times), IL-17 (42 times) after 24h of infection and IFNγ (43 times), in uninfected mice. Splenic expression modulation of IL-10 was reduced by half in 48h of infection supplemented mice, and the IL-4 expression showed no difference between groups under the studied conditions. Modulation of innate immunity observed in S. boulardii supplemented mice suggests the elevation of IL-12 and IL-17 as one of the mechanisms involved in the resistance by this probiotic to T. canis infection.
Keywords: Probiótico
Imunidade inata
Toxocaríase
Probiotic
Innate immunity
Toxocariasis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Biologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Parasitologia
Citation: AVILA, Luciana Farias da Costa de. Saccharomyces boulardii immunomodulatory effect in mice experimentally infected with Toxocara canis. 2013. 72 f. Tese (Doutorado em Biologia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2013.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2332
Issue Date: 29-Nov-2013
Appears in Collections:Pós-Graduação em Parasitologia: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_luciana_farias_de_avila.pdf677,95 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.