Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2366
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Interação genótipo do feijão (Phaseolus vulgaris L.) x produto fermentado no controle da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum)
Other Titles: Common bean (Phaseolus vulgaris L.) genotype x fermented product interaction on anthracnose (Colletotrichum lindemuthianum) control
metadata.dc.creator: Ribeiro, Luciane Soares
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Casalinho, Helvio Debli
metadata.dc.description.resumo: Atualmente, a utilização de produtos alternativos no controle de doenças é um campo promissor que vem sendo utilizado, principalmente quando associada a tecnologias de baixo custo. O presente trabalho compreende experimentos de avaliação da reação à antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) de plântulas de feijão (Phaseolus vulgaris) sob condições de estufas incubadoras tipo BOD com fotoperíodo (BOD) e de plantas adultas em campo, objetivando o estudo da eficiência de produtos fermentados no controle desta doença. Em BOD foram testadas concentrações de 0; 0,1; 1 e 10% dos produtos vinagre, vinho e cerveja branca, utilizando as cultivares Carioca e BR-Ipagro 1 Macanudo, conforme metodologia para estufas incubadoras tipo BOD com fotoperíodo (BOD). Foi verificada a ação dos produtos como agentes indutores de resistência em sementes e em plântulas, e também como tratamento curativo em plântulas. Resultados obtidos em câmara BOD, revelaram que apenas vinagre apresentou resposta significativa linear para as concentrações testadas e apenas no experimento de indução de resistência em plântulas. No experimento em campo, que se seguiu àqueles conduzidos em BOD, foram utilizados cinco genótipos desenvolvidos em centros de pesquisa (TB 02-02, BRS Expedito, TB 98-20, BR IPAGRO 1 Macanudo e TB 02-21) e cinco genótipos de origem crioula (Guabiju, TB 02-26, TB 02-23, TB 02-25 e Amarelinho Iolanda) submetidos às mesmas concentrações do experimento em BOD verificando-se a ação do vinagre, que foi o produto fermentado que apresentou melhor desempenho nos testes em BOD, como agente indutor de resistência à antracnose. Em relação ao experimento de campo, não foram detectadas interações entre vinagre e genótipos de feijão. Não houve efeito da inoculação com antracnose, resultando em similaridade de resposta entre parcelas inoculadas e não inoculadas. Foi detectado efeito significativo das diferentes concentrações de vinagre sobre o número de plantas da parcela e sobre a produtividade de grãos, encontrando-se uma equação cúbica na explicação destes efeitos, sendo que a aplicação de vinagre apresentou efeitos negativos sobre a produtividade do feijão. A tendência de uma menor incidência de antracnose na folha e na vagem em genótipos mais suscetíveis para o tratamento com vinagre na sua maior concentração, pode sugerir que a ação do vinagre em cultivares suscetíveis sob condições de alta incidência de antracnose possa apresentar efeitos positivos mais pronunciados. Os genótipos apresentaram diferenças estatisticamente significativas para todas as variáveis sugerindo, pela suas distintas características fenotípicas, a disponibilidade de diferentes alternativas de mercado aos agricultores produtores de feijão.
Abstract: Currently, the use of alternative products in disease control is a promising field mainly when associated with low cost technologies. This work comprises experiments designed to evaluate the reaction of common bean (Phaseolus vulgaris L.) seedlings under Biochemical Oxygen Demand (BOD) incubator conditions and the reaction of adult plants under field conditions to anthracnose (Colletotrichum lindemuthianum), when subjected to fermentation products treatment. At BOD were tested the effects of the fermented products vinegar, white wine and beer in concentrations of 0, 0.1, 1 and 10%, using the cultivars Carioca and BR-1 Ipagro Macanudo, according to the methodology described for the use of BOD incubator for anthracnose research. Fermented products were evaluated as anthracnose resistance inductors in seeds and seedlings, as well as a curative treatment for seedlings. Results obtained from BOD, revealed that only vinegar showed a linear significant response for concentrations tested and only for the experiment of induced resistance in seedlings. For field experiments, which followed those conducted under BOD conditions, it has been used five research-derived genotypes (TB 02-02, BRS Expedito, TB 98-20, BR IPAGRO 1 - Macanudo and TB 02-21) and five landrace genotypes (Guabiju, TB 02-26, 02-23, TB 02-25 and Amarelinho Iolanda) at the same vinegar concentrations for the BOD experiment, verifying the action of vinegar as anthracnose resistance induction agent. Regarding the field experiment, there were no interactions between vinegar and bean genotypes. There was no effect of inoculation with anthracnose, resulting in a similarity of response between control and inoculated plots. Significant vinegar concentration effects for number of plants per plot and grain yield were detected, with a cubic response, being negative the effects on grain yield. The observed trend for low anthracnose incidence on leaves and pods displayed by more susceptible genotypes when treated with vinegar at the higher concentration, may suggest that the vinegar treatment for susceptible cultivars under high anthracnose incidence might display more pronounced effects. The genotypes showed significant differences for all variables suggested by their distinct phenotypic characteristics, the availability of different market alternatives to farmers producing beans.
Keywords: Resistência a doenças
Agricultura familiar
Vinagre
Vinho
Cerveja branca
Disease resistance
Family farming
Vinegar
Wine
Beer
White
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar
Citation: RIBEIRO, Luciane Soares. Common bean (Phaseolus vulgaris L.) genotype x fermented product interaction on anthracnose (Colletotrichum lindemuthianum) control. 2012. 63 f. Tese (Doutorado em Agricultura familiar) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2366
Issue Date: 21-Dec-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_luciane_soares_ribeiro.pdf634,27 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.