Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2394
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Avaliação energética de dois sistemas de produção de milho
Authors: Bernardi, Lorena de Moraes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Correa, Luis Antonio Verissimo
metadata.dc.description.resumo: O consumo de energia num sistema de produção é um dos aspectos mais preocupantes na atividade agrícola. Nesse sentido, o cálculo do balanço energético se constitui numa das mais importantes ferramentas quando se quer avaliar a sustentabilidade de agroecossistemas. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o consumo e a produção de energia em dois sistemas de produção de milho, um de base ecológica e outro convencional, desenvolvidos em duas propriedades agrícolas, ambas localizadas no município de Pelotas/RS. Questionários modificados de Marchioro (1985), foram aplicados aos agricultores, com a finalidade de caracterizar as unidades de produção, a composição das famílias, as horas dedicadas à cada operação e práticas de manejo e tipos e quantidade de insumos utilizados. Com embasamento na literatura científica existente, foram identificados os equivalentes energéticos que se fazem presentes nas etapas dos processos de produção, os quais permitiram mensurar o consumo (input) de energia (atividade humana/animal, agroquímicos, combustível...) e a energia produzida (output) pela biomassa oriunda dos respectivos sistemas, a qual foi obtida através da colheita de uma amostra da população de plantas de milho escolhidas ao acaso, que após passarem por processos de secagem e pesagem em laboratório forneceram dados representativos da produção total de biomassa nas áreas cultivadas, dados esses que foram por fim convertidos em equivalentes energéticos de produção. As entradas e saídas de energia em ambos os sistemas foram relacionadas e originaram seus respectivos balanços energéticos. O consumo de energia total em 1 (um) hectare do sistema de produção de base ecológica (1,38 MJ) é menor que em 1 (um) hectare do convencional (5.789,10 MJ) e a produção de energia na mesma área mostrou-se maior no sistema de produção de base ecológica (321.225,30 MJ) que no convencional (169.055,02 MJ). Confirmou-se que o balanço energético no sistema de produção de base ecológica (232,93) é mais eficiente se comparado ao convencional (29,20).
Abstract: Consumption of energy in a system of production is one of the most worrying things in agricultural activity. Accordingly, the calculation of the energy balance is one of the most important tools when you want to assess the sustainability of agroecosystems. This study aimed to evaluate the consumption and production of energy in two systems of production of corn, one of ecological base and other conventional, developed in two agricultural properties, both located in Pelotas/RS. Questionnaires modified in Marchioro (1985), were applied to farmers, with the aim of characterizing the production units, the composition of families, the hours devoted to each operation and management practices and types and quantity of inputs used. By the existing scientific literature, the equivalent energy were identified that are present in the stages of production processes, which led to measure the consumption (input), energy (human / animal activity, agricultural chemicals, fuel ...) and the energy produced (output) for biomass derived from their systems, which was obtained through the collection of a sample of the population of corn plants chosen at random, which after passing through processes of drying and weighing in laboratory provided data representative of the total production of biomass in cultivated areas, data which were finally converted into equivalent energy production. The entrances and exits of energy in both systems were related and led their respective energy balances. The total consumption of energy in 1 (one) hectare of the ecological base system of production (1,38 MJ) is lower than in 1 (one) hectare of conventional system (5.789,10 MJ) and energy production in the same area proved to be greater in the production system of ecological base (321.225,30 MJ) than in conventional (166.055,02 MJ). It was confirmed that the energy balance in the ecological base system of production (232,93) is most effective when compared to the conventional system (29,20).
Keywords: Avaliação energética
Sistemas de produção
Milho
Energy evaluation
Production systems
Corn
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar
Citation: BERNARDI, Lorena de Moraes. Avaliação energética de dois sistemas de produção de milho.. 2008. 76 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura familiar) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2008.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2394
Issue Date: 22-Aug-2008
Appears in Collections:Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ Lorena_ Moraes_ Bernardi.pdf2,92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.