Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2465
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Alterações químicas e microbiológicas do solo decorrentes da adição de cinza de casca de arroz.
Other Titles: Microbiological and chemical soil changes caused by the addition of rice husk ash
Authors: Sandrini, Wilian Costa
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Castilhos, Rosa Maria Vargas
metadata.dc.description.resumo: O aproveitamento da casca de arroz (CA) como fonte alternativa na geração de energia, produz uma elevada quantidade de cinza residual, que é depositada no meio ambiente de forma inapropriada. Pesquisas relacionadas com a utilização adequada da cinza de casca de arroz (CCA) são necessárias para a busca de alternativas sustentáveis que evitem a contaminação e ou a poluição do meio ambiente. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação de cinza de casca de arroz sobre o crescimento do milho e também sobre alguns atributos químicos e microbiológicos de um Planossolo. O experimento foi realizado em duas etapas, sendo a primeira em casa de vegetação na área experimental do Departamento de Solos, da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Capão do Leão, RS, durante o período de janeiro a março de 2009. Os tratamentos estudados foram: T1 testemunha (0,0 g kg-1 CCA); T2 Adubação mineral NPK + calcário; T3 1,09 g kg-1 CCA; T4 2,17 g kg-1 CCA; T5 4,34 g kg-1 CCA; T6 6,51 g kg-1 CCA; T7 8,68 g kg-1 CCA. Nesta etapa foram avaliados o crescimento e os teores de alguns nutrientes nas plantas bem como a alteração em alguns atributos químicos e microbiológicos do solo. A segunda etapa foi desenvolvida no Laboratório de Microbiologia do Solo, utilizando vasos respirométricos, com o mesmo solo e tratamentos da etapa anterior, para a análise da respiração basal. O delineamento experimental adotado foi o completamente casualizado com quatro repetições. A aplicação de CCA aumentou o rendimento de massa seca do milho, assim como os valores de pH, condutividade elétrica e os teores de P, Na, Si no solo, proporcionando também o decréscimo nos teores de Fe e Al do solo e das plantas de milho. As doses de cinza de casca de arroz aplicadas não afetaram a biomassa microbiana avaliada pelos teores de carbono e nitrogênio microbiano. A atividade microbiana do solo, o quociente metabólico e a relação carbono da biomassa microbiana/carbono orgânico total do solo também não se alteraram com a aplicação do resíduo. .
Abstract: The use of rice husk (RH) as an alternative source of energy generation, produces a high amount of residual ash that is deposited in the environment inappropriately. Researches related to proper use of rice husk ash (RHA) are required for the search for sustainable alternatives to avoid contamination and / or environmental pollution. Thus, the objective of this work was to evaluate the effects of application of rice husk ash on the growth of corn and also on some chemical and microbiological Albaqualf. The experiment was conducted in two stages, the first in a greenhouse in the experimental area of the Soils Department, Eliseu Maciel Agronomy College, Federal University of Pelotas (UFPEL), Capão do Leão, RS, during the period January to March 2009. The studied treatments were: T1 control (0,0 g kg-1 RHA); T2 mineral fertilization NPK + lime; T3 1,09 g kg-1 RHA; T4 2,17 g kg-1 RHA; T5 4,34 g kg-1 RHA; T6 6,51 g kg-1 RHA; T7 8,68 g kg-1 RHA. In this stage were evaluated the growth and the levels of some nutrients in plants and the change in some chemical and microbiological soil. The second stage was developed in Microbiology Laboratory of the soil, using respirometric vessels, with the same soil and treatments of previous stage, for the analysis of soil basal respiration. The experimental design was completely randomized with four replications. The application of RHA increased the yield of dry mass of maize, as well as the values of pH, electric conductivity and the levels of P, Na, Si in the soil, providing also a decrease on the levels of the Fe and Al of the soil and of maize plants. The doses of rice husk ash did not affect microbial biomass measured by the carbon and nitrogen microbial. The soil microbial activity, the metabolic quotient and the relation microbial biomass carbon / total organic carbon of the soil also did not change with the application of waste.
Keywords: Cinza de casca de arroz
Milho
Atributos químicos
Biomassa microbiana
Respiração basal
Rice husk ash
Maize
Chemical attributes
Microbial biomass
Basal respiration
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Solos
Citation: SANDRINI, Wilian Costa. Microbiological and chemical soil changes caused by the addition of rice husk ash. 2010. 70 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2010.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2465
Issue Date: 28-Oct-2010
Appears in Collections:Pós-Graduação em Solos: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Wilian_Sandrini.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.