Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/2990
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Processo identitário da Rede de Sementes Agroecológicas Bionatur: a experiência na percepção dos agricultores
Other Titles: Identity process of Agro-ecological Bionatur Seed Network: experience in the perception of farmers.
metadata.dc.creator: Silva, Patrícia Martins da
metadata.dc.description.resumo: A tese analisa o processo identitário que distingue e caracteriza uma experiência peculiar e pioneira na produção de sementes de hortaliças em sistemas agroecológicas, a Rede de Sementes Agroecológicas Bionatur, constituídas há 18 anos, por agricultores assentados na região sul do RS. Através da análise busca-se compreender o processo de diferenciação social que perpassa a trajetória evolutiva da experiência inserida ao contexto das relações de produção vigentes, suas delimitações e perspectivas. A identidade é considerada em uma perspectiva crítica rejeitando-se os tratamentos usuais essencialistas e reificadores, que buscam caracterizar as diferenças, naturalizando-as. O processo identitário é analisado a partir da percepção dos agricultores, voltando-se para a experiência em si, buscando compreendê-la a partir da própria lógica que a constitui, na dinâmica que a define e possibilita, e como a experiência se reinventa, e permanece a partir das opções realizadas, em meio a um contexto tão adverso. A abordagem visa compreender o processo identitário a partir da percepção em evolução de cinco elementos interrelacionados: (i) atores sociais, (ii) o contexto geral, (iii) o que está em disputa, (iii) normas valores e dinâmicas de convivência, (iiii) a práxis cotidiana. Foram realizadas 21 entrevistas individuais semiabertas e 6 momentos coletivos de debate. Os resultados apontam que a identidade manifesta-se em estreita relação com o contexto nos diversos elementos considerados, sendo que o processo de diferenciação social percorre a trajetória atuando na determinação da experiência e deixando evidentes as relações de poder e as fronteiras estabelecidas. As normas, valores e práticas de convivência demonstraram-se como uma fortaleza do processo identitário, correspondendo às práticas sociais desenvolvidas e incorporadas ao cotidiano da experiência. Quanto ao sistema de produção, verificou-se que a produção de sementes é percebida em integração as demais atividades produtivas, representando um modo de viver na e da agricultura. A identidade, então assume um caráter político na defesa e afirmação do que faz, e como o faz.
Abstract: The thesis analyzes the identity process that distinguishes and features a peculiar experience and pioneer in the production of vegetable seeds in agroecological systems, the seeds of Agroecology Network Bionatur, established 18 years ago by farmers settled in the southern region of RS. Through the analysis seeks to understand the process of social differentiation that runs through the evolutionary trajectory of embedded experience to the context of existing relations of production, their boundaries and perspectives. Identity is considered in a critical perspective is rejecting the essentialist and reifying usual treatments that seek to characterize the differences, naturalizing them. The identity process is analyzed from the perception of farmers turning to the experience itself, trying to understand it from the very logic that constitute the dynamic that defines and enables, and how the experience reinvents itself, and remains from the choices made in the midst of such an adverse context. It is designed to the identity process from the perception evolving five interrelated elements: (i) social actors, (ii) the general context, (iii) what is in dispute, (iii) standards values and dynamics coexistence, (iv) the daily praxis. There were held 21 individual interviews and semi-open 6 collective moments of debate. The results show that the identity manifests itself in close relationship with the context in the different elements considered, and the process of social differentiation travels the trajectory acting in determining the experience and making evident the power relations and the established borders. The norms, values and living practices are demonstrated as a stronghold of identity process, corresponding to the social practices developed and incorporated into daily life experience. As for the production system, it was found that the production of seed is perceived by integrating the remaining productive activities representing a way of life and in agriculture. The identity, then takes on a political character in the defense and affirmation of what it does and how it does.
Keywords: Identidade social
Processo identitário
Sementes
Agroecologia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar
Citation: SILVA, Patrícia Martins da. Processo identitário da Rede de Sementes Agroecológicas Bionatur: a experiência na percepção dos agricultores. 2015. 148f. Tese (Doutorado em Agronomia) – Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar. Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/2990
Issue Date: 12-Dec-2015
Appears in Collections:Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese Patricia Martins da Silva.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons