Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/2992
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Composição Bromatologica de Forrageiras de Estação Fria Sob Adubação Orgânica
Other Titles: Nutritive Value of Fodder of Cold Season under Organic Fertilizer.
Authors: Suñé, Luciane Nunes Pereira
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho teve o objetivo de avaliar a qualidade bromatológica de duas forrageiras de estação fria, aveia preta (Avena strigosa Scrheb) e azevém (Lolium multiflorum Lam.), produzidos sob adubação orgânica, utilizando vermicomposto bovino e ovino. O experimento foi conduzido em ambiente protegido, na Universidade da Região da Campanha, em Bagé-RS-Brasil, testando-se dois vermicompostos bovino (VB) e ovino (VO) recomendação ROLAS (2004), compondo os tratamentos: T1(sem adubação), T2(VB 50%), T3(VB 100%),T4(VB 150%) e T5(VB 200%); T6(VO 50%), T7(VO 100%), T8(VO 150%) e T9(VO 200%). O delineamento experimental foi formado por blocos casualizados com dez repetições. Os experimentos foram conduzidos separadamente, com aveia e azevém. As forrageiras foram semeadas em vasos com capacidade de 12kg. Foram realizados seis cortes na aveia cada um aos 10cm da superfície do substrato quando a planta atingia 20cm de altura: aos 39, 47, 59, 72, 86 e 103 dias de idade; e cinco cortes no azevém da mesma forma, aos 47, 59, 72, 86 e 103 dias de idade; onde foram analisadas a produção de fitomassa fresca, fitomassa seca, proteína bruta, fibra detergente neutro e fibra detergente ácido. Concluiu-se que as duas forrageiras, a aveia e o azevém, responderam positivamente à adubação orgânica, com destaque para os tratamentos compostos por vermicomposto ovino. A adubação com vermicomposto (bovino e ovino) na cultura da aveia permite uma produção de FFPA, FSPA, PB, FDN e FDA dentro dos limites que caracterizam uma boa forrageira. O vermicomposto ovino é um adubo que promove melhores respostas às culturas de aveia e azevém até os 103 dias de corte. A adubação com vermicomposto (bovino e ovino) na cultura o azevém permite uma produção de FSPA, PB, FDN e FDA dentro dos limites que caracterizam uma boa forrageira.
Abstract: The present study aimed to evaluate the bromatological quality of fodder of two cold season, black oats (Avena strigosa Scrheb) and italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.), produced under Organic fertilization, using bovine and sheep worm compost. The experiment was conducted in a polyethylene greenhouse, at the Universidade da Região da Campanha Bagé-RS-Brazil, testing whether two vermicompostos cattle (VB) and sheep (VO) recommendation ROLAS (2004), composing the treatments: T1 (without fertilization), T2 (VB 50%), T3 (VB 100%), T4 (VB 150%) and T5 (VB 200%); T6 (50%), T7 VO (VO 100%), T8 (150%) and T9 VO (VO 200%). The experimental design was randomized blocks formed with ten repetitions. The experiments were conducted separately, with oats and Italian ryegrass. The foragers were sown in pots with a capacity of 12 kg. Were made six cuts in oats each to 10 cm from the surface of the substrate when the plant reached 20 cm height: to 39, 47, 59, 72, 86 and 103 days of age; and five azev cuts Similarly, 47, 59, 72, 86 and 103 days of age; where were analyzed fresh phytomass production, crude protein, dry phytomass, neutral detergent fiber and acid detergent fiber. It was concluded that both the forage oats and Italian ryegrass, responded positively to the organic fertilizing, highlighting treatments composed of sheep worm compost. The fertilization with worm compost (cattle and sheep) in oat culture allows a production of FFPA, FSPA, CP, NDF and FDA within the limits which characterize a good forager. The sheep is a worm compost fertilizer promotes better responses to crops of oats and Italian ryegrass to 103 days of cutting. The fertilization with worm compost (cattle and sheep) in ryegrass culture allows a production of FSPA, CP, NDF and FDA within the limits which characterize a good forager.
Keywords: aveia
azevém
fitomassa fresca e seca
proteína bruta
fibra detergente neutro
fibra detergente acido
vermicomposto
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar
Citation: SUÑÉ, Luciane Nunes Pereira. Composição Bromatológica De Forrageiras De Estação Fria Sob Adubação Orgânica. 2014. 94f. Tese – Programa de Pós Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/2992
Issue Date: 11-Apr-2014
Appears in Collections:Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_LUCIANE_NUNES_PEREIRA_SUÑÉ PDF.pdf3,68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons