Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3155
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Estágios de mudança de comportamento relacionado à atividade física após uma intervenção escolar: O projeto Educação Física+
Other Titles: Stages of behavior change related to physical activity After school intervention: physical education design
Authors: Ricardo, Luiza Isnardi Cardoso
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar os Estágios de Mudança de Comportamento (EMC) para atividade física após dois anos de aplicação e uma intervenção em atividade física e saúde com enfoque educacional. Foi conduzido um estudo transversal com uma amostra de 8071 studantes com idade média de 13,9 (DP± 2,36) anos. A prevalência de tudantes em EMC ativos foi elevada, sendo que 21,8% e 41,6% dos estudantes foram classificados nos estágios de Ação e de Manutenção, espectivamente. O tempo de exposição à intervenção não teve ssociação significativa com os EMC. O sexo masculino se mostrou mais associado aos estágios de Ação (RR1,28; IC95% 1,07-1,54; p=0,006) e de Manutenção (RR 3,57; IC95% 3,024,23; p<0,001) em comparação ao sexo feminino. A variável índice de bens obteve uma relação direta com os estágios de Ação e de Manutenção. Entretanto, o principal resultado diz respeito ao conhecimento sobre saúde, o qual foi diretamente relacionado com os EMC. A realização de estudos de intervenção com valiações longitudinais acerca dos EMC poderia ampliar o conhecimento acerca dos efeitos de intervenções de base escolar sobre a prática de atividade física.
Abstract: The present study aimed to evaluate the Stages of Behavior Change (EMC) for physical activity after two years of application and an intervention in physical activity and health with an educational approach. A cross-sectional study was conducted with a sample of 8071 students with a mean age of 13.9 (SD ± 2.36) years. The prevalence of students in active MCAs was high, with 21.8% and 41.6% of the students being classified in the Action and Maintenance stages, specifically. The time of exposure to the intervention had no significant association with CMEs. The male sex was more associated with the Stages of Action (RR1.28, 95% CI 1.07-1.54, p = 0.006) and Maintenance (RR 3.57, CI95% 3,024.23, p <0.001) in Compared to females. The variable index of goods obtained a direct relation with the Stages of Action and of Maintenance. However, the main outcome relates to health knowledge, which was directly related to CMEs. Conducting interventional studies with longitudinal assessments of CMEs could broaden the knowledge about the effects of school-based interventions on physical activity practice.
Keywords: Escolares
Estudos de intervenção
Modelos teóricos
Atividade motora
Exercício
Promoção de saúde
Education
Intervention studies
Theoretical models
Motor activity
Exercise
Health promotion
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Escola Superior de Educação Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citation: RICARDO, Luiza Isnardi Cardoso. Estágios de mudança de comportamento relacionado à atividade física após uma intervenção escolar: O projeto Educação Física+. 80f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Escola Superior de Educação Física, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3155
Issue Date: 11-Nov-2014
Appears in Collections:Pós-Graduação em Educação física: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luiza Isnardi Cardoso Ricardo.pdf1,25 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons