Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3192
metadata.dc.type: masterThesis
Title: A relação entre as abordagens à aprendizagem e a autorregulação da aprendizagem de alunos do ensino médio regular diurno no Município de Camaquã - RS
Authors: Gross, José Silvano Martins
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho buscou identificar as formas como alunos regularmente matriculados nas três séries do ensino médio regular diurno de uma escola pública do município de Camaquã encaram a aprendizagem a partir dos construtos das ‘Abordagens dos Alunos à Aprendizagem’ (SAL) e da ‘Autorregulação da Aprendizagem’ (SRL), tendo como objetivos específicos identificar a correlação entre ambos os construtos e destes com as variáveis gênero, idade, seriação, reprovação e nível de escolaridade dos pais. Fizeram parte desta pesquisa 133 alunos do ensino médio regular diurno de uma escola pública de Camaquã/RS, sendo 42 meninos e 91 meninas, com idades entre 14 e 19 anos (M= 16,24 anos). Com relação à seriação, 35 alunos estavam no 1º ano, 47 no 2º ano e 51 no 3º ano. Para a coleta dos dados foram utilizados três instrumentos quantitativos. O primeiro, denominado de Inventário de Processos de Estudo do Ensino Médio (IPEEM), é uma adaptação cultural, para o português do Brasil, do Inventário de Processos de Estudo do Secundário (IPES). É formado por 12 itens relacionados a dois fatores ou dimensões: uma abordagem profunda e uma abordagem superficial, cada uma contendo duas subescalas relacionadas com as variáveis motivacional e estratégica. O segundo, denominado de Inventário de Processos de Autorregulação da Aprendizagem – IPAA, também é uma adaptação cultural de um instrumento construído em Portugal. É formado por nove itens relacionados às três fases do ciclo autorregulatório: planejamento, execução e avaliação. Além da adaptação destes dois inventários, foi desenvolvida uma Ficha de Dados Pessoais e Escolares (FDPE), entregue para os alunos preencherem juntamente com os instrumentos anteriores. Os instrumentos foram aplicados em período regular de aula, em dezembro de 2013, com os consentimentos da direção da escola e do professor regente de classe e após o preenchimento do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) por parte dos alunos. Depois da coleta, os dados foram tabulados em meio eletrônico, conferidos e submetidos à análise estatística por meio do programa WinStat, em sua versão 1.0. Os resultados encontrados sugerem a adequabilidade e validade dos instrumentos para os construtos SAL e SRL. Foram constatadas duas abordagens à aprendizagem, profunda e superficial, com duas subescalas cada, motivação e estratégia, condizentes com um modelo de quatro fatores de primeira ordem e dois de segunda ordem. Também foi encontrada uma única escala de autorregulação da aprendizagem, condizente com o modelo cíclico de Zimmerman (2002). Há uma marcada diferença entre os sexos, tanto nas Abordagens à Aprendizagem quanto nos Processos Autorregulatórios. Os resultados demonstraram que a Autorregulação da Aprendizagem se correlaciona positivamente com a Abordagem Profunda e negativamente com a Abordagem Superficial e, ainda, que os alunos desta amostra estão cursando o ensino médio sem adquirir novas estratégias de aprendizagem ou sem saber como utilizálas adequadamente, resultando numa baixa autorregulação de sua aprendizagem e em abordagens cada vez menos profundas, principalmente no que diz respeito aos sujeitos do sexo masculino. Futuras pesquisas poderão utilizar os instrumentos validados neste trabalho, uma vez que estes se mostraram fidedignos ao seu propósito, o que pode ser o grande contributo deste estudo.
Abstract: This work aims to understand the learning processes of middle school students through the constructs 'Approaches to Student Learning' (SAL) and 'SelfRegulation of Learning' (SRL), with specific objectives to identify the correlation between both constructs and those with gender, age, grade, repetition and level of parental education. This study included 133 students (42 boys and 91 girls ) from regular high school in a public school of Camaquã, RS, Brazil, aged between 14 and 19 years (M = 16.24 years). With respect to grade, 35 students were in first year, 47 at second year and 51 in the third year. Three quantitative instruments were used to data collection. The first, Students’ Approaches to Learning Inventory, adapted to the Portuguese of Brazil, consists of 12 items related to two factors or dimensions: a deep approach and a surface approach, each containing two subscales related to the motivational and strategic variables. The second, called the SelfRegulated Learning Processes Inventory, is also a cultural adaptation of an instrument built in Portugal. It consists of nine items related to the three phases of the autoregulatory cycle: forethought phase, performance phase and selfreflection phase. Besides the adaptation of these two surveys, we developed a form of personal and school data, which students fill together with other instruments. Data collection was conducted in regular class period, in December 2013, with the consent of the school principal and the classroom teacher, and class after the completion of the Informed Consent Form by the students. After collection, the data were tabulated electronically, checked and submitted to statistical analysis using Winstat 1.0. The results suggest the suitability and validity of the instruments for the SAL and SRL constructs. Two approaches to learning, deep and superficial were found, each with two subscales, motivation and strategy, consistent with a model of four first order factors and two second order factors. We also found a single scale of selfregulated learning, consistent with the cyclic model of Zimmerman (2002). There are statistical differences between the sexes, both in Approaches to Learning as the selfregulatory processes. The results demonstrate that the selfregulation of learning correlates positively with Deep Approach and negatively with Surface Approach, and also that students in this sample are attending high school without acquiring new learning strategies or not knowing how to use them appropriately, resulting in low selfregulated learning and reducing the deep approaches, especially with respect to male individuals. The validated instruments in this work could be used in future research, since it proved reliable for its purpose, which may be the major contribution of this study.
Keywords: Aprendizagem
Ensino médio
High school
Learning
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: GROSS, José Silvano Martins. A relação entre as abordagens à aprendizagem e a autorregulação da aprendizagem de alunos do ensino médio regular diurno no Município de Camaquã - RS. 2014 104 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014 Disponível em: <http://pergamum.ufpel.edu.br:8080/pergamumweb/vinculos/000084/000084aa.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2015.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3192
Issue Date: 26-Aug-2014
Appears in Collections:Pós-Graduação em Educação: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GROSS, José Silvano Martins.pdf1,7 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons