Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3481
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Padrões de atividade física em adolescentes de 10-12 anos de idade: determinantes precoces e contemporâneos
Other Titles: Patterns of physical activity in adolescents 10-12 years of age: early determinants and contemporary
Authors: Hallal, Pedro Rodrigues Curi
metadata.dc.description.resumo: A atividade física (AF) na adolescência acarreta vários benefícios à saúde, seja por um efeito direto sobre a morbidade na própria adolescência, seja por um efeito mediado pelo nível de AF na idade adulta. Avaliou-se a prevalência de sedentarismo e fatores associados em 4451 adolescentes de 10-12 anos de idade, participantes do Estudo de Coorte de Nascimentos de 1993 em Pelotas. Sedentarismo foi definido como <300 minutos por semana de AF. As perdas de acompanhamento desde o nascimento totalizaram 12,5%. A prevalência de sedentarismo foi de 58,2% (IC95% 56,7–59,7). Na análise multivariável, o sedentarismo se associou positivamente ao sexo feminino, ao nível socioeconômico, a ter mãe inativa e ao tempo diário assistindo televisão. O sedentarismo se associou negativamente com o tempo diário de uso de vídeo game. Adolescentes de nível econômico baixo apresentaram maior frequência de deslocamento ativo para a escola. Estratégias efetivas de combate ao sedentarismo na adolescência são necessárias devido a sua alta prevalência e sua associação com inatividade física na idade adulta.
Abstract: Adolescent physical activity (PA) is associated with several health benefits, including a direct influence on adolescent morbidity and an indirect effect on adult health mediated by PA levels in adulthood. This study assessed the prevalence of sedentary lifestyle and associated variables in 4451 adolescents aged 10-12 years, belonging to the 1993 Pelotas Birth Cohort Study, representing 87.5% of the original cohort. A sedentary lifestyle, defined as <300 minutes per week of PA, affected 58.2% (95%CI 56.7-59.7) of the cohort. In the multivariable analysis, a sedentary lifestyle was positively associated with female sex, socioeconomic level, maternal physical inactivity and television viewing, but inversely correlated to the time spent playing videogame. Adolescents from low socioeconomic levels presented a greater likelihood of walking or cycling to and from school. Effective strategies against a sedentary lifestyle in adolescence are needed because of its high prevalence and its association with physical inactivity in adulthood.
Keywords: Epidemiologia
Inatividade física
Exercícios físicos
Aptidão física
Sedentarismo
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Medicina
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia
Citation: HALLAL, Pedro Rodrigues Curi. Padrões de atividade física em adolescentes de 10-12 anos de idade/ determinantes precoces e contemporâneos. Pelotas, 2005. 245 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia. Faculdade de Medicina. Universidade Federal de Pelotas.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3481
Issue Date: 11-Nov-2005
Appears in Collections:Pós-Graduação em Epidemiologia: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Doutorado Pedro Hallal.pdf2,18 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons