Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3547
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Análise do acesso à informação científica por cirurgiões-dentistas do Brasil
Other Titles: Analysis of access to scientific information by dentists in Brazil
Authors: Gonçalves, Ana Paula Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Corrêa, Marcos Britto
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar, por meio de questionário eletrônico, o comportamento de busca por informação especializada por cirurgiões-dentistas do Brasil, a fim de identificar a melhor forma de veicular informações advindas de pesquisas científicas. Para isso, foi elaborado um questionário abordando aspectos demográficos, de atuação, de busca por atualização, de embasamento na tomada de decisões clínicas, entre outros. Este questionário foi enviado, via e-mail, a cirurgiões-dentistas atuantes no Brasil através do Conselho Regional de Odontologia ao qual o profissional está vinculado. Foram recebidas 795 respostas de diversos estados do país, sendo em sua maioria de mulheres (56,5%), atuantes na região sudeste (49,6%), os quais atuam, em sua maioria, em localidades com população acima de 300 mil habitantes (52,6%). Boa parte dos profissionais já está formada há mais de 15 anos (36,9%). Mais de 77% deles possuem pós-graduação concluída e atuam, principalmente, no setor privado. Apenas 13,2% estão atualmente envolvidos com docência. A quase totalidade dos entrevistados (99,5%) considera importante realizar cursos de educação continuada, entretanto somente 36,3% cursa pósgraduação atualmente, não sendo a primeira vez para 57,8% destes. Aqueles que afirmaram ter o costume de ler periódicos científicos demonstraram preferência por artigos do tipo relato de caso, pesquisa clínica e revisão de literatura. O hábito de ler periódicos científicos esteve associado com atuar profissionalmente no ensino de Odontologia, possuir titulação Stricto sensu ou estar cursando pós-graduação. Cursar pós-graduação ou ser docente se mostraram relacionadas a uma maior frequência de atualização profissional. O fato de alterar condutas clínicas com base em evidências científicas esteve associado a profissionais que atuam no ensino de Odontologia, aos que cursam pós-graduação, e àqueles formados entre 6 e 15 anos atrás. A atualização profissional é influenciada pelo tipo de serviço em que o profissional atua, bem como seu tempo de formação. Ser docente ou ter alguma titulação Stricto sensu parecem fazer com que o profissional busque mais informações em periódicos científicos. Além disso, este trabalho sugere que os periódicos mais lidos pelos cirurgiões-dentistas sejam utilizados como fonte de comunicação entre a academia e os profissionais clínicos.
Abstract: The purpose of this study was to analyze the informational behavior of Brazilian dentists in order to identify the best way to provide scientific information to the clinical practice. A survey questionnaire regarding several aspects such as demographic aspects, work roles, informational behavior, informational sources, among others, was sent by email to the oral health professionals operating in Brazil by the Regional Council of Dentistry to which they are associated. Responses were received from 795 currently practicing dentists from several states of Brazil. Most of the responders were women (56.5%), active in the Southeast region (49.6%), which worked mostly in towns with population above 300 thousand inhabitants (52.6%). Most professionals have been graduated for more than 15 years (36.9%). Over 77% of them are postgraduated and work mainly in the private sector. Only 13.2% are currently involved with teaching. Almost all respondents (99.5%) consider important to attend continuing education courses, however only 36.3% are currently pursuing graduate studies, not for the first time for 57.8% of them. The respondents who informed they had the habit of reading scientific journals showed a preference for articles such as case reports, clinical research, and literature reviews. The habit of reading scientific journals was associated with acting professionally in dental education, having a Stricto sensu academic title or currently attending graduate school. Attending graduation courses or teaching was associated with a higher frequency of professional update. The clinical decision-making based on scientific evidence was associated with professionals who work in dental education, are graduate students, or finished pregrad school between 6 and 15 years ago. The type of service that the professional acts as well as the time after graduation influences the professional updating. Teaching or having any Stricto sensu title seems to lead the professional to look for more information in scientific journals. In addition, this study suggests that the journals read by most of dentists should be used as a source of communication between academia and clinicians.
Keywords: Dentística operatória
Saúde bucal
Cirurgiões-dentistas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citation: GONÇALVES, Ana Paula Rodrigues. Análise do acesso à informação científica por cirurgiões-dentistas do Brasil. 2016. 69f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) – Programa de Pós Graduação em Odontologia. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2016.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3547
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:Pós-Graduação em Odontologia: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Análise do acesso à informação científica por cirurgiões-dentistas do Brasil.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons