Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3770
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: O Sistema de Unidades Demonstrativas de Feijão - SUDF - como alternativa para o desenvolvimento da produção de feijão no Rio Grande do Sul
Other Titles: The Common Bean Demonstration Unity System – SUDF – as an alternative for common bean production development in Rio Grande do Sul State, Brazil.
Authors: Villela, Alexandre Terracciano
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Antunes, Irajá Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Piana, Clause Fátima de Brum
metadata.dc.description.resumo: Alimento de grande importância na dieta da população brasileira, o feijão (Phaseolus vulgaris L.) é cultivado preferencialmente por agricultores familiares no Rio Grande do Sul. Diversos são os motivos que levam os produtores em grande escala a terem um maior acesso às tecnologias geradas pela pesquisa, tanto de órgãos públicos como privados, em relação aos agricultores familiares. Assim, no início dos anos 1990, a equipe de melhoramento genético da Embrapa Clima Temperado, com a contribuição da Emater/RS, órgão oficial de extensão, colocaram em prática o Sistema de Unidades Demonstrativas de Feijão – SUDF – possibilitando aos agricultores familiares conhecerem as cultivares disponibilizadas pela pesquisa e, consequentemente, escolherem as melhor adaptadas às condições ambientais de suas propriedades. A Unidade Demonstrativa - UD – passou a ser composta por dezessete das cultivares já recomendadas por órgãos de pesquisa localizados na Região Sul do Brasil, além da cultivar em uso pelo agricultor, usada como termo de comparação. As parcelas constituíram-se de quatro fileiras de 4 m, com 0,50 m entre fileiras e com uma densidade de 12 sementes por metro linear. O SUDF foi concebido para ser uma metodologia dinâmica, de modo a permitir o acréscimo ou a eliminação anual de cultivares. Assim, sempre que uma nova cultivar tornava-se disponível pela pesquisa, poderia ser acrescida. Da mesma forma, cultivares poderiam ser eliminadas quando algum fator considerado como determinante assim o sugerisse. UDs foram instaladas em todas as doze regiões administrativas da Emater-RS. O presente trabalho analisa o comportamento em cada uma das regiões, de dezessete das cultivares oriundas da pesquisa e que compuseram o SUDF, mais a cultivar usada pelo agricultor, que igualmente serviu como testemunha, totalizando dezoito cultivares. As cultivares oriundas da pesquisa foram: Rio Tibagi, Guateian 6662, FT 120, BR-Ipagro 1 Macanudo, BR-Ipagro 3 Minuano, Iapar 44, BR-Ipagro 35 Macotaço, BR-Fepagro 44 Guapo Brilhante, TPS Nobre (também identificada como FT Nobre), Diamante Negro, BRS Valente, Soberano e BRS Expedito, cultivares de grãos pretos; e Carioca, Iraí, Iapar 31 e Pérola, cultivares com outras cores de tegumento. Os resultados apontam que embora em cada uma das regiões grupos distintos de cultivares tenham revelado maiores produtividades, nove delas, as cultivares BR-Ipagro 35 Macotaço, BRS Expedito, BR-Ipagro 3 Minuano, BR-Ipagro 1 Macanudo, Soberano e FT Nobre, de grãos pretos, e Carioca e Iapar 31, de grãos cariocas, estiveram, maciçamente no grupo de produtividade superior. A comparação entre as cultivares integrantes do SUDF e a cultivar do agricultor, revelou que em seis das doze regiões administrativas da Emater – RS, pelo menos uma das cultivares do SUDF superou a produtividade desta última, abrindo a perspectiva de um avanço na média de produtividade do feijão no Estado.
Abstract: ood source of great importance in the Brazilian population diet, the common bean (Phaseolus vulgaris L.) is grown preferably by family farmers in Rio Grande do Sul State. There are several reasons that lead to large-scale producers to have greater facility in accessing technologies released by research institutions, both public and private, in relation to family farmers. As so, in beginning 1990s, the common bean breeding team of Embrapa Temperate Climate, with the contribution of Emater / RS, the official extension institution, put into practice the Common Bean Demonstration Unity System - SUDF - enabling farmers to get acquainted with the new released cultivars by research, with the possibility of selection of those best suited to the environment of their farms.The Demonstration Unity – DU, was composeed by seventeen of the cultivars released for cultivation by research institutions located at Brazil’s Southern Region, as well as by the farmer’s cultivar, also the check cultivar. The plots consisted of four 4m-rows, with 0.50m between rows and a density of 12 seeds per meter. The SUDF was designed to be a dynamic methodology as to allow for the addition or elimination of cultivars annually according to the needs. DUs have been sown at all of the Emater- RS’s Administration Regions. So, the present work analyses seventeen of the cultivars derived from the research, plus one cultivar under use by the farmer, totaling eighteen cultivars. The cultivars available for research were: Rio Tibagi, Guateian 6662, FT 120, BR-Ipagro 1 Macanudo, BR-Ipagro 3 Minuano, Iapar 44, BR-Ipagro 35 Macotaço, BR-Fepagro 44 Guapo Brilhante, TPS Nobre (or FT Nobre), Diamante Negro, BRS Valente, Soberano and BRS Expedito, black seeded cultivars; and Carioca, Iraí, Iapar 31 and Pérola cultivars with differente seed coat colors. Results reveal that despite the fact that at each of the Administrative Regions distinct groups of cultivars were the most yielding ones, the cultivars BR-Ipagro 35 Macotaço, BRS Expedito, BR-Ipagro 3 Minuano, BRIPAGRO 1 Macanudo, Soberano e FT Nobre, black seeded, and Carioca and Iapar 31, of carioca type, have been mainly at the high yield group. Comparison between the farmer’s cultivar and the SUDF cultivars shows that at six of the twelve regions, at least one of SUDF cultivars outyield the farmer’s cultivar, opening the perspective of a common bean mean yield gain for Rio Grande do Sul. Key words: Ph
Keywords: Phaseolus vulgaris
Produtividade
Fitomelhoramento
Agricultura familiar
Grain yield
Plant breeding
Family farming
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar
Citation: VILLELA, Alexandre Terracciano. O sistema de unidades demonstrativas de feijão - SUDF - como alternativa para o desenvolvimento da produção de feijão no Rio Grande do Sul. 2016.85f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Sistema de Produção Agrícola Familiar
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3770
Issue Date: 25-Aug-2016
Appears in Collections:Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Alexandre Terracciano Villela.pdf6,61 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons