Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3929
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Avaliação do uso do ângulo de fase e da força do aperto de mão como fatores prognósticos para pacientes cirúrgicos oncológicos
Other Titles: Evaluation of the phase angle and handgrip strength as prognostic factors for surgical patients with cancer
metadata.dc.creator: Härter, Jéssica
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Orlandi, Silvana Paiva
metadata.dc.description.resumo: A desnutrição é frequente no paciente oncológico e pode ter grande impacto no prognóstico. Assim, o uso de medidas capazes de detectar precocemente alterações no estado nutricional e funcional se torna importante. Portanto, o presente estudo buscou avaliar o ângulo de fase, a força do aperto de mão e a sarcopenia como fatores prognósticos de morbimortalidade pós-operatória em uma amostra de pacientes oncológicos. A coleta de dados ocorreu no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas/EBSERH entre os meses de novembro de 2015 a maio de 2016. O ângulo de fase foi obtido através de teste de bioimpedância elétrica e para as análises foi padronizado, ou seja, ajustado para sexo e idade. A força do aperto de mão foi obtida por dinamômetro hidráulico. O diagnóstico de sarcopenia seguiu os critérios estabelecidos pelo European Working Group on Sarcopenia in Older People. O estado nutricional foi avaliado através da Avaliação Subjetiva Global Produzida Pelo Paciente. Foram considerados desfechos as complicações pós-operatórias e a internação prolongada. A classificação das complicações foi feita através da Classificação de complicações cirúrgicas de Clavien-Dindo e o tempo de internação foi separado em tercis para definir o que seria considerado tempo de internação prologando, que ficou definido como internação por um período maior ou igual a oito dias. A amostra final do estudo foi composta por 60 pacientes. A prevalência de desnutrição foi de 28,3% e a de sarcopenia foi de 16,9%. O ângulo de fase foi significativamente menor entre os pacientes que apresentaram complicações pós-operatórias graves e internação prolongada. A desnutrição esteve significativamente associada a esses dois desfechos, enquanto a força do aperto de mão e a sarcopenia não mostraram associação. Nesse volume consta o projeto de pesquisa, o relatório do trabalho de campo e o artigo gerado a partir dos resultados encontrados.
Abstract: Malnutrition is frequent in cancer patients and can have a big impact on prognosis. The use of measures capable of detecting early changes in nutritional and functional states becomes important. The present study aims to evaluate phase angle, sarcopenia and handgrip strength as prognostic factors of postoperative morbimortality in patients with cancer. The data were collected in Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas/EBSERH between November 2015 and May 2016. Phase angle was measured through a bioelectric impendence test and was standardized for analysis based on gender and age. Handgrip strength was measured through hydraulic dynamometer. The sarcopenia diagnosis followed the criteria of the European Working Group on Sarcopenia in Older People. The nutritional status of each subject was evaluated through Patient Generated Subjective Global Assessment. The prognostic outcomes we considered were postoperative complications and long hospital stay. The classification of postoperative complications was given by the Clavien-Dindo Classification and the length of stay was split in tertiles to define what we would consider a long length stay, which was defined as the length of stay longer than or of that of eight days. The final sample had 60 subjects. The malnutrition prevalence was 28.3% and the sarcopenia prevalence was 16.9%. The phase angle was significantly lower among the subjects who showed severe postoperative complication or long hospital stay The malnutrition was significantly associated to this outcomes while the handgrip strength and sarcopenia did not show any association. In the present work we present the research project, the field report and the article based on the research results.
Keywords: Ângulo de fase
Sarcopenia
Força do aperto de mão
Câncer - Prognóstico
Phase angle
Handgrip strength
Cancer - Prognostic
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Nutrição
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos
Citation: HÄRTER, Jéssica. Avaliação do uso do ângulo de fase e da força do aperto de mão como fatores prognósticos para pacientes cirúrgicos oncológicos. 2016. 81 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos, Faculdade de Nutrição, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2016.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3929
Issue Date: 19-Aug-2016
Appears in Collections:Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Jessica_Harter.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons