Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4209
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Fenologia e caracterização fitoquímica do óleo essencial de Tagetes minuta L. (Asteraceae)
Authors: Fonseca, Cristine da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Grolli, Paulo Roberto
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Mauch, Carlos Rogério
metadata.dc.description.resumo: As agriculturas de base ecológica têm como pressupostos o conhecimento, o uso e a preservação da biodiversidade local. O Brasil é um país formado por seis Biomas distintos e detentor de ampla biodiversidade e, assim, é fundamental considerar a influência dos fatores ambientais na composição fitoquímica dos óleos essenciais. Não só como um apelo comercial, mas também como uma estratégia de sustentabilidade dos agroecossistemas, o cultivo de plantas aromáticas para extração de óleo essencial ou uso como técnicas de manejo em sistemas de produção de base ecológica constitui importante estratégia para o desenvolvimento rural sustentável. Neste sentido, o estudo objetivou caracterizar as fases fenológicas de Tagetes minuta L., conforme a época de plantio, correlacionando os fatores edafoclimáticos ao desenvolvimento e composição fitoquímica do óleo essencial da espécie. Para tanto, a pesquisa foi realizada em duas etapas distintas, a primeira referiu-se à bioprospecção de populações de Tagetes minuta L. em dez municípios da região sul do Rio Grande do Sul, onde o método utilizado para extração do óleo essencial foi a destilação água-vapor. A segunda etapa tratou da instalação, condução e avaliação do experimento realizado na Embrapa Clima Temperado, Estação Experimental Cascata, Pelotas, RS (31°37’15” S; 52°31’24” O; 180 m a.n.m.). O plantio foi realizado em quatro épocas distintas para determinação das fases fenológicas da espécie e a extração do óleo essencial realizada pelo método de hidrodestilação. O óleo essencial oriundo de plantas coletadas e cultivadas caracterizou-se pela presença dos compostos majoritários cis-tagetona (37,47%), cis-β-ocimeno (35,76%), dihidrotagetona (14,19%), trans-tagetona (3,24%) e limoneno (3,16%). O ciclo de desenvolvimento da época 2 foi 29 dias mais curto que a época 1. As duas primeiras épocas de plantio 20 de dezembro e 18 de janeiro alcançaram o estadio de desenvolvimento reprodutivo no mesmo período. Considerando o alto rendimento de óleo essencial e o tempo de duração do ciclo, a melhor época para o cultivo de Tagetes minuta L. foi 18 de janeiro.
Abstract: Ecological-based farms have as their presuppositions the knowledge, use and preservation of local biodiversity. Brazil is a country made up of six distinct Biomes and has a wide biodiversity and, therefore, it is fundamental to consider the influence of environmental factors on the phytochemical composition of essential oils. Not only as a commercial appeal but also as a sustainability strategy for agroecosystems, the cultivation of aromatic plants for extraction of essential oil or use as management techniques in ecologically based production systems is an important strategy for sustainable rural development. In this sense, the study aimed to characterize the phenological phases of Tagetes minuta L., according to the planting season, correlating the edaphoclimatic factors to the development and phytochemical composition of the essential oil of the species. In order to do so, the research was carried out in two distinct stages, the first one referring to the bioprospection of Tagetes minuta L. populations in ten municipalities in the southern region of Rio Grande do Sul, where the method used to extract the essential oil was distillation water vapor. The second stage dealt with the installation, conduction and evaluation of the experiment performed at Embrapa Temperate Climate, Cascata Experimental Station, Pelotas, RS (31 ° 37'15 "S, 52 ° 31'24" W, 180 m a.m.). The planting was carried out in four distinct seasons to determine the phenological phases of the species and the extraction of essential oil by the hydrodistillation method. The essential oil from the collected and cultivated plants was characterized by the presence of cis-tagetone (37.47%), cis-β- ocimene (35.76%), dihydrotagetone (14.19%), trans-tagetone (3.24%) and limonene (3.16%). The development cycle of season 2 was 29 days shorter than season 1. The first two planting seasons December 20 and January 18 reached the stage of reproductive development in the same period. Considering the high yield of essential oil and the duration of the cycle, the best time for the cultivation of Tagetes minuta L. was January 18.
Keywords: Chinchilho
Bioprospecção
Fitotecnia
Cultivo
Bioprospecting
Plant breeding
Cultivation
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar
Citation: FONSECA, Cristine da. Fenologia e caracterização fitoquímica do óleo essencial de Tagetes minuta L. (Asteraceae). 2018. 113f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4209
Issue Date: 26-Jul-2018
Appears in Collections:Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2a_Dissertação Cristine - Correção final (1).pdf2,57 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons