Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5026
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Toxoplasma gondii (Nicolle e Manceaux, 1909) como possível causa de perdas produtivas em rebanhos ovinos do Rio Grande do Sul, Brasil
Other Titles: Toxoplasma gondii (Nicolle and Manceaux, 1909) as a possible cause of production losses in sheep flocks of Rio Grande do Sul, Brazil
metadata.dc.creator: Oliveira, Fernando Caetano de
metadata.dc.contributor.advisor1: Farias, Nara Amélia
metadata.dc.description.resumo: A toxoplasmose é uma zoonose causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, de ocorrência mundial, com alta prevalência da infecção em seres humanos e animais, geralmente na forma assintomática. Entretanto, em indivíduos imunodeprimidos e fetos, podem ocorrer lesões severas. Este trabalho teve como objetivos conhecer a prevalência e incidência da infecção por T. gondii em matrizes ovinas durante o período gestacional, e as possíveis perdas causadas. Foram coletadas amostras de sangue de 411 ovelhas da raça Corriedale, criadas extensivamente, de dois rebanhos dos municípios de Herval e Piratini, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. A análise sorológica para T. gondii foi feita através da Reação de Imunofluorecência Indireta (RIFI) utilizando o “kit” WAMA Diagnóstica®, com ponto de corte de 1:64, conjugado anti-IgG ovina (Sigma®), além de soros controle positivo e negativo previamente conhecidos, mantidos no Laboratório de Parasitologia IB-UFPel. Para análise estatística foi usado o programa Statistix 9.0 e para o cálculo da significância produtiva a fórmula sugerida por Freyre et al. (1997). A soroprevalência para T. gondii durante o período pré cobertura foi de 20,2%, sem diferença significativa entre os dois rebanhos estudados. Constatou-se que a mesma aumentou com a idade das matrizes (p ≤ 0,05), evidenciando a ocorrência de infecção horizontal. Ovelhas soropositivas ao inicio da estação reprodutiva tiveram taxa de desmame (87,9%) significativamente maior (p ≤ 0,05) do que as soronegativas (74,1%). A taxa de incidência (soroconversão) durante o período avaliado, foi de 16,5% (54/328), e nestas matrizes foi observada maior taxa de retorno ao cio (p ≤ 0,05) em relação às demais. A incidência desta enfermidade durante a gestação levou a uma estimativa de significância produtiva de 1,87% de perdas. Os resultados obtidos demonstram que esses rebanhos vivem em ambiente contaminado pelo parasito, e a maioria (79,8%) das matrizes está sujeita a adquirir a primo-infecção durante a prenhez, o que pode resultar em perdas produtivas significativas. Este conhecimento da importância da infecção por T. gondii nos rebanhos ovinos da região, somado à crescente importância econômica da ovinocultura, evidenciam a necessidade de maiores estudos sobre a parasitose.
Abstract: Toxoplasmosis is a common zoonosis worldwide caused by Toxoplasma gondii with high infection prevalence in humans and animals. It is usually asymptomatic, however in immunocompromised individuals and in fetuses it may cause severe injuries. This work aims to identify the incidence of T. gondii infection in sheep during pregnancy and the losses. Blood samples were collected by venipuncture of the jugular from 411 sheep, Corriedale breed, in extensively handling by two flock’s from the municipality of Herval and Piratini in southern Rio Grande do Sul, Brazil. T. gondii were performed by the Indirect Fluorescent Antibody Technique (IFAT), using a WAMA Diagnostic® kit (strain ME-49). Positive and negative control serum to T. gondii and conjugated Anti-sheep IgG (Sigma®) were used. The animals were considered positive from a dilution of 1:64. Statistical analysis was used Statistix 9.0 program, and the calculation of the productive significance formula suggested by Freyre et al. (1997). The seroprevalence of T. gondii during the period before coverage was 20.2%, with no significant difference between the two flocks studied. Infection by T. gondii was influenced by age of mothers (p ≤ 0.05). Considering pre-matting seroprevalence did not influence the rate of return to estrus and pregnancy rate (p > 0.05). Only the rate of weaning (p ≤ 0,05) in the initially positive ewes was 87.9% (73/83) while in negative sheep was 74.1% (243/328). The incidence rate of the infection (seroconversion) was 16.5% (54/328). In ewes that seroconverted was observed higher rates of return to estrus (p ≤ 0.05). The incidence of toxoplasmosis leads to estimate production losses ranging from 1.87%. The incidence of infection during sheep pregnancy shows the risk of decrease lumb’s number, being toxoplasmosis an important disease to be studied and controlled in sheep flocks of this region. Keywords: Toxoplasmosis; ewe; pregnancy; incidence.
Keywords: Parasitologia
Toxoplasmose
Ovelhas
Toxoplasmosis
Ewe
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Biologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Parasitologia
Citation: OLIVEIRA, FERNANDO CAETANO DE. Toxoplasma gondii (Nicolle e Manceaux, 1909) como possível causa de perdas produtivas em rebanhos ovinos do Rio Grande do Sul, Brasil. 2014. f.41 Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Parasitologia, Universidade Federal de Pelotas, RS, Brasil.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5026
Issue Date: 27-Feb-2014
Appears in Collections:PPGMPAR: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_fernando_caetano_de_oliveira.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons