Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5702
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Habilidades de vida independente de usuários da rede de atenção psicossocial do Rio Grande do Sul,
Other Titles: Independent living skills of users of the psychosocial attention network in Rio Grande do Sul.
metadata.dc.creator: Rodrigues, Cândida Garcia Sinott Silveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Jardim, Vanda Maria da Rosa
metadata.dc.description.resumo: A reabilitação psicossocial se insere no contexto da Reforma Psiquiátrica visando facilitar a vida das pessoas com transtornos mentais severos e persistentes na medida em que proporciona oportunidades de recuperação e minimiza efeitos desabilitantes da cronificação através do desenvolvimento de estratégias que promovem a reinserção social e o resgate de habilidades na busca da promoção de uma vida com maior independência. Desta forma, avaliar fatores associados ao funcionamento social de usuários de Serviços Residenciais Terapêuticos e Centros de Atenção Psicossocial do Rio Grande do Sul torna-se relevante na contribuição de práticas reabilitadoras. Trata-se de um estudo transversal de abordagem epidemiológica, com amostra de 392 usuários da Rede de Atenção Psicossocial do Rio Grande do Sul. Foram analisadas as associações de dificuldades no desempenho do funcionamento social medidos por ILSS-BR em relação às características sociodemográficas; necessidades em saúde; suporte social e familiar e características do cuidado em saúde mental. As análises foram realizadas no STATA e forneceram dados sobre a prevalência do desfecho e odds ratio bruto e ajustado. Entre os resultados encontrados observou-se que dificuldades no funcionamento social foram associadas às variáveis: sexo masculino; sem companheiro, ausência de suporte familiar e social, freqüência inferior há um ano no serviço, dificuldades em marcar atendimento na saúde mental e presença de crises psiquiátricas no ultimo ano. Neste sentido, identificação de variáveis que dificultam o funcionamento social de pessoas em sofrimento psíquico é relevante para pensarmos em estratégias de intervenções que considerem a subjetividade de cada pessoa e que incorporem ao cuidado responsabilização no sentido de tecer novas possibilidades e potencialidades para a vida.
Abstract: Psychosocial rehabilitation is in the contexto of psychiatric reform to facilitate the lives of people with severe and persistent mental disorders in that it provides opportunities for recovery and minimizes effects of chronic disabling by developing strategies that promote the social rehabilation and rescue skills in order to promote a life with greater Independence. Thus, to evaluate factors associated with social functioning of users abd Therapeutic Residential Services Psychosocial Care Centers of Rio Grande do Sul is relevant in the contribution of rehabilitation practices. This ia a cross-sectional study of the epidemiological approach, with a sample of 392 users of the Network of Psychosocial Care of Rio Grande do SUl were analyzed associations of difficulty in carrying out social functioning measured by ILSS-BR in termas of sociodemographic characteristics, needs health, social support and family characteristics of mental health care. Analyses were performed in STATA and reportd the outcome preve revalencecrude and adjusted odds ratios. Among the results showed that difficulties in social functioning were associated with variables: male, without a partner, lack of family functioning were associated wuth variables: male, without a partner, lack of family support, often less than a year ago at work, difficulties in scoring in mental health care and presence of psychiatric crises in the last year. In this sense, identification of factors that hinder the social functioning of people in psychological distress is relevant to think of intervention strategies that consider the subjectivity of each person and the care that incorporate accountability in order to weave new possibilities and potential for life.
Keywords: Enfermagem
Saúde mental
Atividades cotidianas
Reabilitação
Escalas de graduação psiquiátrica
ILSS
Nursing
Mental health
Rehabilitation
Activities of daily living
Psychiatric status rating scales
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: RODRIGUES, Cândida Garcia Sinott Silveira. Habilidades de vida independente de usuários da rede de atenção psicossocial do Rio Grande do Sul. 2012. 148 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5702
Issue Date: 24-Jun-2012
Appears in Collections:PPGEnf: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Candida_Garcia_Sinott_Silveira_Rodrigues.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons