Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/ri/2698
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Fatores associados a não realização de pré-natal no município de Pelotas, RS
metadata.dc.creator: Rosa, Cristiane Quadrado da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Almeida César, Juraci
metadata.dc.description.resumo: Objetivo: Investigar fatores associados a não realização de pré-natal das mulheres com filhos nascidos vivos em 2009 e 2010, residentes no município de Pelotas. Métodos: estudo caso-controle no qual se identificou 179 casos (mulheres que não realizaram o pré-natal) e 537 controles (mulheres com pré-natal) utilizando o banco de dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos local. Os controles foram pareados por idade e selecionados de acordo com a região administrativa de moradia do caso. A análise multivariada hierarquizada foi efetivada por meio de Regressão Logística Condicional. Resultados: o modelo ajustado final mostrou associação entre menor escolaridade materna, especialmente ter menos de quatro anos de estudo, ser mulher solteira e multípara com não realização de pré-natal. Conclusões: este estudo aponta indicadores que devem ser considerados na estruturação e implementação de políticas de educação para a saúde reprodutiva, planejamento familiar e rastreamento de gestantes sem pré-natal, assim como indica as regiões do município onde tais estratégias deveriam ser prioritárias.
Abstract: Objective: To investigate associated factors with lack of prenatal care use of women with live births in 2009 and 2010, residents in the city of Pelotas. Methods: A casecontrol study where they identified 179 cases (women who did not have prenatal care) and 537 controls (women with prenatal) using the Live Births Information System database. The controls were matched by age and selected according to the administrative region's housing case. A hierarchical multivariate analysis was carried out by means of Conditional Logistic Regression. Results: In the final adjusted model showed association no conducting pre-natal the maternal education, especially those having less than four years of study, be unmarried woman and multiparous. Conclusions: This study suggests that indicators should be considered as the implementation of education policies for reproductive health, family planning and tracking of pregnant women without prenatal care, as well as indicates the regions of the county where such strategies should be a priority.
Keywords: Atenção primária à saúde
Cuidado pré- natal
Equidade
Estudos de casos e controles
Fatores de risco
Primary health care
Prenatal care
Equity
Case-control study
Risk factors
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: ROSA, Cristiane Quadrado da. Fatores associados a não realização de pré-natal no município de Pelotas, RS. 2013. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/2698
Issue Date: 22-Aug-2013
Appears in Collections:Pós-Graduação em Enfermagem: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fatores associados a não realização de pré-natal no município de Pelotas, RS.pdfDissertação Cristiane Quadrado da Rosa1,92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons