Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/ri/2706
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Desenvolvimento de preparações alimentares fontes de ferro para pré-escolares: aceitação e avaliação das boas práticas
Other Titles: Development of food preparations iron sources for preschoolers: acceptance and evaluation of best practices
metadata.dc.creator: Gomes Neto, Alcides
metadata.dc.contributor.advisor1: Buchweitz, Márcia Rúbia Duarte
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Mello, Jozi Fagundes de
metadata.dc.description.resumo: A anemia ferropriva é um estado no qual há redução da quantidade total de ferro corporal, onde o consumo de ferro também é insuficiente para suprir as necessidades fisiológicas, causando diversas consequências, como: fadiga, retardo no crescimento, falta de atenção, entre outros. A ocorrência de anemia ferropriva é bastante elevada em crianças, e geralmente está associada, à necessidade de grande aporte de ferro e a carência de alimentos fontes deste mineral na alimentação infantil. Por outro lado, alimentos fontes de ferro, como vísceras e alguns hortifrutigranjeiros, são rotineiramente excluídos da alimentação infantil por não serem bem tolerados por essa população. O presente estudo teve como objetivo desenvolver preparações culinárias, de baixo custo, contendo alimentos fontes de ferro. As preparações culinárias foram submetidas à avaliação sensorial utilizando-se teste de escala hedônica facial em pré-escolares com idade de quatro a seis anos de idade, integrantes de escolas do município do Capão do Leão/RS. As cozinhas das escolas também foram avaliadas quanto à adequação em relação à manipulação dos alimentos oferecidos, mediante análise das Boas Práticas por meio da aplicação de lista de verificação baseada na Resolução 216/04 da ANVISA. No artigo estão apresentados os resultados obtidos na avaliação das preparações desenvolvidas, que mostram aceitação superior a 85% em duas das três receitas testadas pelos pré-escolares, seguindo o índice de aceitabilidade da Resolução 32/06 do PNAE. E ainda, todas as preparações suprem a quantidade mínima, equivalente, de ferro necessária para a faixa etária. Também estão presentes no artigo os percentuais de adequação às Boas Práticas, que indicaram sérios riscos de contaminação microbiológica, obtendo uma média geral das escolas de 33,4% de conformidade.
Abstract: Iron deficiency anemia is a condition in which there is a reduction of the total body iron, where iron absorption is also insufficient to meet physiologic needs, causing various effects, such as fatigue, growth retardation, lack of attention, among others. The occurrence of iron deficiency anemia in children is fairly high, and is usually associated with the need for larger amount of iron and shortage of iron rich foods in infant feeding. However, iron rich foods such as fresh vegetables and animal entrails are routinely excluded from the infant diet because they are not well tolerated by this population. The present study aimed to develop low cost culinary preparations containing iron rich foods. Culinary preparations were subjected to sensory evaluation using facial hedonic scale test in preschool children from four to six years old, students of local schools from the county of Capão do Leão - RS. The school kitchens were also evaluated for adequacy related to the handling of food offered by analysis of good practices through the application of a checklist based on Resolution 216/04 of ANVISA. The cooks and teachers received training on how to reproduce the recipes that were approved in the sensory evaluation, as well as notions of Good Practice for food production. The article presents the results obtained in the evaluation of preparations developed which indicates acceptance above 85% in two of the three recipes analyzed by preschoolers, following the acceptability index of resolution 32/06 of PNAE. Moreover, all preparations provide the minimum equivalent amount of iron needed for the age group. Also present in the article is the percentage of Good Practice adequacy, which indicated serious microbiolgy contamination risks, obtaining an overall average of 33.4% compliance among preschools.
Keywords: Gastronomia
Fontes alimentares de ferro
Boas práticas
Análise sensorial
Pré-escolares
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Nutrição
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos
Citation: GOMES NETO, Alcides. Desenvolvimento de preparações alimentares fontes de ferro para pré-escolares: aceitação e avaliação das boas práticas. Pelotas, 2014. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos, Faculdade de Nutrição, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/2706
Issue Date: 19-Feb-2014
Appears in Collections:Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Desenvolvimento de preparações alimentares fontes de ferro para pré-escolares.pdf785,62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons