Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/ri/2709
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Restrição calórica: efeitos em parâmetros oxidativos, comportamentais e no estado nutricional de ratos wistar
Other Titles: Calorie restriction : effects on oxidative and behavioral parameters and nutritional status of wistar rats
Authors: Pereira, Cristiane
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Valle, Sandra Costa
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Abib, Renata Torres
metadata.dc.description.resumo: A Restrição Calórica (RC) tem sido associada a inúmeros benefícios à saúde, como redução do peso e gordura corporal, melhora no perfil lipídico e aumento de enzimas antioxidantes que resultam na prevenção de diversas doenças, como as cardiovasculares (DCV) e na prevenção e atenuação de doenças neurodegenerativas relacionadas à idade em diversas espécies animais. No entanto, há poucos estudos que avaliam o impacto da RC iniciada em ratos jovens comparada com a iniciada em ratos adultos e sobre diferentes períodos de tratamento. O presente estudo avaliou o estado nutricional e metabólico, risco cardiovascular (CV) associado ao perfil lipídico sérico, parâmetros comportamentais e oxidativos em ratos Wistar submetidos à intervenção nas fases de vida jovem e adulta. Ratos com 40 ou 70 dias de vida foram alimentados ad libitum ou submetidos à RC por 12 ou 16 semanas. Nossos resultados mostraram que o peso corporal (PC) dos ratos submetidos à RC foi inferior – 21% nos jovens e 16% nos adultos, comparados aos controles (p<0,05). Os parâmetros bioquímicos séricos avaliados indicaram bom estado de saúde. Após 12 semanas, a RC diminui o colesterol total (CT), HDL, o colesterol não-HDL e a razão LDL/HDL nos ratos jovens e triacilglicerois (TG) e razão TG/LDL nos adultos – neste último com aumento de LDL e da razão LDL/HDL (p<0,05). O prolongamento da intervenção não resultou em mudança do risco CV associado ao perfil lipídico sérico. A atividade da paraoxonase 1 (PON1) foi mantida com a RC e a maior relação PON1/HDL foi encontrada nos jovens submetidos à RC por 12 semanas (p<0,05). Após 12 semanas, no hipocampo, a RC aumentou os níveis de glutationa (GSH) nos jovens e diminuiu a produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) e peroxidação lipídica nos adultos, comparados aos controles (p<0,05). A GSH e a atividade da glutationa peroxidase (GPx) parecem aumentar com a idade independente do tratamento. Nenhuma alteração foi observada na memória, na atividade da superóxido dismutase (SOD) e na produção de óxido nítrico (ON). A idade per se não ocasionou diferenças nos parâmetros de estresse oxidativo avaliados. Este estudo indica que a RC iniciada precocemente e mantida por 12 semanas proporcionou redução do risco CV associado ao perfil lipídico sérico quando comparada a iniciada na fase adulta. Já seu prolongamento não manteve esse efeito benéfico. A atividade da PON1 foi mantida com a RC independentemente da idade de início e do tempo de tratamento. Ainda, a RC resultou em melhora significativa de parâmetros celulares de autodefesa do hipocampo, tanto iniciada em jovens, quanto na fase adulta. Contudo, a RC iniciada em ratos jovens alterou de forma positiva e expressiva um importante tampão redox do hipocampo.
Abstract: Caloric restriction (CR) has been associated to numerous health benefits such as weight and body fat reduction, lipid profile improvement and increased antioxidant enzymes that result in prevention of various diseases such as cardiovascular disease (CVD) and prevention and attenuation of age-related neurodegenerative diseases in several animal species. However, there are few studies that assess the impact of CR initiated in young rats compared with adult rats and started in on different treatment periods. The present study evaluated the nutritional and metabolic status, cardiovascular (CV) risk associated with serum lipid profile, behavioral and oxidative parameters in Wistar rats subjected to intervention in young and adult phases of life. Rats with 40 or 70 days old were fed ad libitum or subjected to CR for 12 or 16 weeks. Our results showed that CR-fed rats had lower body weight (BW) - 21% in young rats and 16% in adults rats compared to controls (p<0.05). The serum biochemical parameters indicated good health. After 12 weeks, in hippocampus, the CR decreases total cholesterol (TC), HDL, non-HDL cholesterol and LDL/HDL ratio in young rats and triacylglycerols (TG) and TG/LDL ratio in adults - the latter with increased LDL and LDL/HDL ratio (p<0.05). The extension of the intervention resulted in no change in CV risk associated with serum lipid profile. Paraoxonase 1 (PON1) activity was maintained with CR and PON1/HDL highest ratio was found in young rats underwent CR for 12 weeks (p<0.05). After 12 weeks, the CR increased glutathione (GSH) levels in young rats and decreased reactive oxygen species (ROS) production and lipid peroxidation in adult rats compared to controls (p<0.05) GSH and glutathione peroxidase (GPx) activity seem to increase with age regardless of treatment. No change was observed in memory, superoxide dismutase (SOD) activity and nitric oxide (NO) production. Age per se did not cause differences in oxidative stress parameters evaluated. This study indicates that CR maintained for 12 weeks resulted in an reduction CV risk associated with serum lipid profile when initiated in young rats compared to initiated in adulthood. The extension has not kept this beneficial effects. PON1 activity was maintained with CR regardless the age at onset and treatment time. Still, CR resulted in a significant improvement in hippocampus cellular self-defense parameters, both begun in youth, as in adulthood. However, the CR initiated in young rats changed positively and significantly an important hippocampus redox buffer.
Keywords: Restrição calórica
Hipocampo
Neuroproteção
Perfil lipídico
Paraoxonase
Calorie restriction
Hippocampus
Neuroprotection
Lipid profile
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Nutrição
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos
Citation: PEREIRA, Cristiane. Restrição calórica: efeitos em parâmetros oxidativos, comportamentais e no estado nutricional de ratos wistar. Pelotas, 2014. 115 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos, Faculdade de Nutrição, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/2709
Issue Date: 21-Mar-2014
Appears in Collections:Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos: Dissertações e Teses



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons