Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1907
Tipo: masterThesis
Título: A formação inicial de professores de química e o exercício da docência na escola: que discursos estão em jogo?
Autor(es): Christino, Verônica Caldeira Leite
Resumo: Este estudo refere-se à análise de discursos que circulam na universidade e na escola sobre a docência e a profissão docente e, a partir dessa análise, discute o papel da escola e da universidade no acompanhamento a estagiários e a professores ingressantes na Educação Básica. Foram sujeitos da pesquisa alunos concluintes no período 2011/2, professoras de Química ingressantes no Colégio Municipal Pelotense e estagiárias no período de 2011/2 a 2012/1, todos estudantes ou egressos do Curso de Licenciatura Química da UFPel. A pesquisa foi realizada com uma metodologia que atende pressupostos da análise de discurso, segundo a teorização de Michel Foucault (2012), que considera o discurso como prática que produz os objetos sobre os quais fala. Foram tomados como corpus de análise as entrevistas, os questionários e os registros de respostas a uma situação hipotética criada para que os entrevistados manifestassem sua opinião sobre o curso de licenciatura e sobre o ser professor. A análise dos dados mostrou a recorrência de um enunciado que perpassou diferentes discursos, na universidade e na escola, de que ser professor da Educação Básica é algo menor, sendo possível ver, ao longo do estudo, seus efeitos para a constituição da identidade profissional docente. A partir dos resultados da análise, percebe-se que há um estranhamento da escola pelos sujeitos que iniciam a docência, seja como estagiário, seja como professor ingressante. Propor ações para o acompanhamento aos professores ingressantes e aos estagiários pode ser uma iniciativa para que o ambiente da escola se torne mais acolhedor, diminuindo a distância que os sujeitos da pesquisa dizem haver entre universidade e escola, levando-nos a pensar que, embora importantes, apenas as ações de formação continuada parecem não estar sendo suficientes, sendo necessário a escola também se ver como agência formadora de professores, desde o período de sua formação inicial.
Abstract: This research deals with the discourses surrounding teaching and the teaching profession at the university and at school in order to analyze how the trainees and beginning teachers of chemistry deal with different concerns that "being a teacher" brings and what effects these different discourses would have on the practice of teaching as well as think about monitoring the practices of trainees of Chemistry at the school where I work. Research subjects were students graduating in the period 2011/2, beginner teachers of Chemistry and trainees in the Colégio Municipal Pelotense in the period 2011/2 to 2012/1, all students or graduates of the Degree Course in Chemistry UFPel. The survey was conducted with a methodology that meets assumptions of discourse analysis, based on the theory of Michel Foucault (2012), considering speech as a practice that produces the objects about which it speaks. Interviews, questionnaires and records of responses to a hypothetical situation created for the interviewees to manifest their opinion about the undergraduate program and being a teacher were taken as analysis corpus. Data analysis showed the recurrence of an utterance that permeates different discourses, in the university and in the school, in which being an elementary school teacher is something diminished, and it is possible to see, throughout the study, its effects on the formation of professional identity . From the results of the analysis, it is clear that there is an estrangement of the school by subjects who begin teaching, either as a trainee or as a beginner teacher. I see the proposition of thinking actions for monitoring beginner teachers and especially trainees as a way to draw attention to the role of the university and the school as teacher training agencies, from the initial formation, which may contribute to soften estrangements between university and school, pointed by the subjects of this research.
Palavras-chave: Formação de professores de química
Discurso
Professores ingressantes
Estagiários
Chemistry teacher trainning
Discourse
Beginner teachers and trainees
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Pelotas
Sigla da Instituição: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática
Citação: CHRISTINO, Verônica Caldeira Leite. A formação inicial de professores de química e o exercício da docência na escola: que discursos estão em jogo?. 2013. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2013.
Tipo de Acesso: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1907
Data do documento: 22-Ago-2013
Aparece nas coleções:Pós-Graduação em Ensino de ciência e matemática: Dissertações e Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Veronica_Caldeira_Leite_Christino_dissertacao (1).pdf844,22 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.