Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/2860
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Territórios discursivos de gênero no cinema contemporâneo: representação de gênero através da direção de arte.
metadata.dc.creator: Ebersol, Isadora
metadata.dc.contributor.advisor1: Senna, Nádia da Cruz
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Dias, Ana Paula Cruz Penkala
metadata.dc.description.resumo: O trabalho busca refletir sobre a construção visual e representação das identidades de gênero no cinema contemporâneo a partir de filmes que utilizem o universo infantil para relativizar o que se entende por masculino e feminino e questionar as convenções aceitas e perpetradas de gênero. Neste sentido, o enfoque desta investigação se concentra nos filmes Tomboy (Céline Sciamma, 2011) e Minha Vida em Cor-de-Rosa (Ma vie en rose, Alain Berliner, 1997) e nas relações que podem ser estabelecidas entre os protagonistas desses filmes. É a partir da ideia de deslocamento de gênero e sexualidade que o foco da pesquisa é direcionado para a representação dos sujeitos que constroem suas identidades de gênero em trânsito ou nos espaços de interstícios entre o que se convenciona chamar de masculino e feminino, abalando de alguma forma a dicotomia que rege esses dois polos. O recorte da análise busca compreender o trabalho da direção de arte no audiovisual e seu processo criativo e de que forma ela constrói o discurso de gênero. Deste modo, procuro analisar a construção visual dos personagens Laure/Mikaël e Ludovic, bem como dos espaços em que estão inseridos dentro da narrativa, partindo de uma perspectiva estética-discursiva e criando relações com os estudos de gênero e sexualidade que servem de eixo teórico da pesquisa.
Abstract: The work aims to reflect on the gender identities visual construction and representation in contemporary cinema from movies using the infant universe to relativize what is meant by male and female and question the accepted and perpetrated gender conventions. In this sense, the focus of this research focuses on Tomboy films (Céline Sciamma, 2011) and Ma vie en rose, (Alain Berliner, 1997) and relations that can be established between the protagonists of these films. It is from the gender and sexuality displacement and movement idea that the focus of the research is directed to the representation of subjects that build their gender identities in transit or in the interstices space between what is usually called male and female, somehow undermining the dichotomy that governs these two poles. The analysis clipping seeks to understand the art direction’s work in audiovisual and his creative process and how it builds the discourse of gender. Therefore, I seek to analyze the characters Laure / Mikaël and Ludovic visual construction’s and the spaces in which they are inserted within the narrative, from an aesthetic-discursive perspective and creating relations with gender and sexuality studies that form the theoretical research axis.
Keywords: Cinema
Gênero
Artes
Direção e produção
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Centro de Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais
Citation: EBERSOL, Isadora. Territórios discursivos de gênero no cinema contemporâneo : representação de gênero através da direção de arte. 2015. 187 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais.) - Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais. Centro de Artes. Universidade Federal de Pelotas, 2015.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/2860
Issue Date: 28-May-2015
Appears in Collections:Pós-Graduação em Artes visuais: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EBERSOL, Isadora.pdf5,47 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons