Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3821
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Vivência da mulher no processo de parturição a partir do contexto de educação em saúde
Other Titles: Woman’s experience in the process of parturition from the context of health education
metadata.dc.creator: Aires, Natália Timm
metadata.dc.description.resumo: Ao vivenciar o parto a mulher carrega consigo alterações fisiológicas, psicológicas e sociais. As alterações psicológicas as que permeiam este momento ocorrem devido às expectativas acerca do parto, assim comumente o medo e a ansiedade que podem acompanhar a mulher durante o processo gestacional tornam-se reais com a efetivação do parto. Percebe-se a importância de fomentarmos o empoderamento da mulher sobre os seus direitos e os eventos que permeiam o período gravídico-puerperal no intuito de promover a vivência de um processo de parturição tranquilo por meio da educação em saúde. É necessário que ocorra o resgate da naturalização do parto, do protagonismo da mulher, tornando o parto um evento seguro e uma vivência positiva para os envolvidos. Neste sentido, acredita-se que ações educativas no decorrer de todas as etapas do ciclo grávido-puerperal são indispensáveis, mas é no pré-natal que a mulher necessita ser orientada para que possa viver o parto de forma empoderada . Frente ao exposto, o estudo elegeu a questão de pesquisa: Qual a vivência da mulher no processo de parturição a partir do contexto de educação em saúde? Deste modo, elencou-se como objetivo Conhecer a vivência da mulher no processo de parturição a partir do contexto de educação em saúde. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista semiestruturada, e iniciou após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa sob Parecer nº 1.618.228 e CAAE 57458216.7.0000.5317. A análise dos dados foi subsidiada pela Análise Textual Discursiva e sustentou-se no modelo teórico de Urie Brofenbrenner.. Os resultados mostraram que as práticas de educação em saúde estavam voltadas para o papel de mãe, ou seja, cuidados com recém nascido e amamentação. Ao vivenciar o parto as mulheres destacaram sentimentos de medo por não terem sido preparadas para viver o processo de parturição. Também relataram terem experienciado um parto medicalizado no qual não tiveram seus direitos respeitados nem a oportunidade de exigi-los por desconhece-los assim como os eventos que permeavam o processo de parturição. O contexto de educação em saúde é indispensável no preparo da mulher para a vivência do parto, tornando-a ciente de seus direitos, a fim de proporciona-lhe um parto tranquilo e saudável.
Abstract: Whilst experiencing the delivery the woman carries with herself fisical, psychological and social amendments. The psychological amendments which percolate this moment occur due to expectations about the delivery, thus the fear and anxiety which accompany the woman during the gestational process become real with the realization of delivery. At this conjuncture, it realizes the importance of enhancing the woman’s empowerment of her rights and the events which pervade pregnancy-puerperium period in order to experience a proper delivery process through health education to promote the retrieval of birth naturalization by the woman’s protagonism, turning the delivery into a safe event and a positive experience to those engaged. In this regard, it is believed that educational actions in the course of all pregnancy-puerperium period stages are indispensable, however it is in the prenatal that the woman requires to be oriented to be able to experience the delivery in a healthy way. Before the exposed, the study elected the matter of the research: What is the woman’s experience during the delivery process stem from the context of health education? Therefore it was catalogued as a purpose knowing the woman’s experience during delivery process from within health education context. This is a descriptive study with qualitative approach. The data collection occured through semi-structured interview and began after the approval of the Research Ethics Committee under report n° 1.618.228 and CAAE 57458216.7.0000.5317. The data analysis accured via Discurcive Textual Analysis (DTA) which holds as purpose “the production of new comprehension over the phenomenon and speeches”, and it was held on the theorical model of Urie Brofenbrenner which is anchored over four cores: the process, the person, the contexto and time, known as Model PPCT, this model provides subsidies in order to analyze the evolving human being, interacting with the ecological environment. The results revealed that the health educational practices were aimed towards mother’s role, in other words, the care with newborns and breastfeeding. When experiencing the delivery, women emphasised feelings of fear by not being previously prepared to experience the delivery procedure. They also reported experiencing a medicalized delivery which they did not have their rights respected likewise as the opportunity of claiming them by the fact of unknowing them such as the events which permeate the delivery process. It is understood that it is essential a health education context that prepares the woman for the delivery experience, which makes her aware of her rights in order to provide her a healthy and tranquile delivery, redeeming the woman’s protagonist role in this process.
Keywords: Saúde da mulher
Educação em saúde
Cuidado pré-natal
Pesquisa qualitativa
Enfermagem
Woman’s health
Health education
Prenatal care
Qualitative research
Nursing
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: AIRES, Natália Timm. Vivência da mulher no processo de parturição a partir do contexto de educação em saúde. 2017. 120f. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3821
Issue Date: 11-Apr-2017
Appears in Collections:Pós-Graduação em Enfermagem: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Natalia_Timm_Aires.pdf2,42 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons