Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3880
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Adequação da Terapia Nutricional enteral em pacientes críticos de um Hospital Universitário
Other Titles: Adequacy of enteral nutrition therapy in critically ill patient from a university hospital
metadata.dc.creator: Gonçalves, Cíntia Valente
metadata.dc.contributor.advisor1: Abib, Renata Torres
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Borges, Lucia Rota
metadata.dc.description.resumo: A desnutrição do paciente em tratamento intensivo tem sido evidenciada em inúmeros estudos e o suporte nutricional inadequado é fator determinante para o surgimento de complicações, podendo contribuir para a maior mortalidade. O presente estudo consistiu em determinar a adequação da terapia nutricional enteral em pacientes críticos internados na Unidade de Terapia intensiva do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Correa Júnior da Universidade Federal do Rio Grande – FURG, identificar os fatores limitantes na administração da dieta e avaliar a adequação energética e proteica perante a evolução clínica do paciente até o fim da internação na unidade. Foram incluídos todos os pacientes de ambos os sexos que receberam terapia nutricional enteral por um período superior a 72 horas entre maio e novembro de 2014. O estado nutricional foi avaliado através da Avaliação Subjetiva Global na admissão do paciente na UTI e reaplicada semanalmente. O cálculo das necessidades energéticas e proteicas foi realizado de acordo com as recomendações para paciente crítico. Os dados foram coletados diariamente através dos registros dos prontuários do paciente. A adequação energética e proteica foi determinada através da razão entre os valores administrados e prescritos, sendo considerados adequados valores iguais ou maiores a 70% do prescrito. Essa adequação foi relacionada com o tempo de internação, tempo de ventilação mecânica e mortalidade. Foram avaliados 32 pacientes, com idade média de 56,4 ± 17,4 anos, sendo 59,4% do gênero masculino. Somente 21 (65,6%) atingiram percentuais superiores ou iguais a 70% de calorias prescritas, enquanto que para a oferta proteica 19 (59,4%) pacientes atingiram valores iguais ou superiores a 70%. A média de adequação calórica foi de 72,3% e a média de adequação proteica foi de 70,2%. A média de adequação volume de dieta infundido foi de 72,6% perante o prescrito. Foram identificadas 213 interrupções da nutrição enteral, 81,3% dos pacientes tiveram a dieta suspensa em razão de pausas para procedimentos e exames, 56,3% apresentaram piora clínica, 53,1% apresentaram intolerâncias do trato gastrointestinal, 50,0% tiveram erros na administração da dieta e 31,3% apresentaram problemas com a sonda. Não houve relação entre a adequação energética e proteica igual ou superior a 70,0% em pacientes recebendo TNE exclusiva em relação ao tempo de internação, tempo de ventilação mecânica e mortalidade. Mais estudos são necessários para determinar o valor seguro de adequação calórica e proteica, visando à melhora da saúde do paciente em UTI e minimizando intercorrências relacionadas à TNE.
Abstract: Malnutrition in intensive care has been demonstrated in studies and inadequate nutrition is a determining factor for the complications and may contribute to the higher mortality. This study aimed to evaluate the adequacy of enteral nutrition therapy in critically ill patients admitted to the Intensive Care Unit of the Hospital Dr. Miguel Riet Correa Junior of the Federal University of Rio Grande - FURG and its association to the clinical evolution. Was included all patients who received enteral nutrition therapy for more than 72 hours between May and November 2014. Nutritional status was assessed by the Subjective Global Assessment on admission to the ICU and reapplied weekly. The energy and protein requirements were calculated using the recommendations for critical patients. Data were collected to patient's records. Energy and protein adequacy was determined by the ratio between administered and prescribed. Up to 70% of the prescribed was considered adequate. The adequacy was associated to the length of stay, duration of mechanical ventilation and mortality. 32 patients were included (mean age was 56.4 ± 17.4 years, 59.4% were man). Only 21 (65.6%) patients achieved up to 70% of calories requirement and 19 (59.4%) patients achieved up to 70% of protein requirement. The means of adequacy were 72.3% for calories, 70.2% for protein and 72.6% for diet volume. 213 interruptions of enteral nutrition were identified, 81.3% of patients had suspended diet due to break for procedures and tests, 56.3% had clinical worsening, 53.1% showed gastrointestinal symptoms, 50.0% had wrong administration in the enteral nutrition and 31.3% had problems with the enteral tube. There was no association between energy and protein intake with the length of stay, duration of mechanical ventilation and mortality in critically ill patients. More studies are needed to determine the value of caloric and protein adequacy, aimed at improving patient health in ICU and minimizing complications related to enteral nutrition.
Keywords: Nutrição enteral
Necessidades nutricionais
Pacientes críticos
Unidade de Terapia Intensiva -UTI
Enteral nutrition
Nutritional requirements
Critically ill patients
Intensive Care Unit
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Nutrição
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos
Citation: GONÇALVES, Cíntia Valente. Adequação da terapia nutricional enteral em pacientes críticos de um hospital universitário. 2015, 102f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos.Universidade Federal de Pelotas.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3880
Issue Date: 12-Mar-2015
Appears in Collections:Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Cíntia_Valente_Gonçalves.pdf922,35 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons