Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/8200
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Diagnóstico ambiental da bacia hidrográfica do Arroio Moreira (RS), a partir da análise da dinâmica de cobertura e uso da terra em consonância com o novo código florestal.
Other Titles: Environmental diagnosis of the Arroio Moreira hydrographic basin (Rio Grande do Sul - Brazil), based on the analysis of the dynamics of land-use changes in consonance with the current forest code.
metadata.dc.creator: Siqueira, Rodrigo de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Simon, Adriano Luís Heck
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação teve como objetivo analisar a aplicação do código florestal, em conjunto com análise da dinâmica hidrográfica e do uso da terra na Bacia Hidrográfica do Arroio Moreira (Rio Grande do Sul), com finalidade de propor um diagnóstico ambiental, estabelecendo áreas prioritárias de proteção e recuperação ambiental na área de estudo. Neste intuito, realizou-se a revisão bibliográfica sobre o tema com finalidade de propor um panorama cientificamente coerente com os pressupostos do desenvolvimento sustentável, que evidenciasse a complexidade na interpretação do código florestal, bem como na regularização ambiental das propriedades rurais. Em seguida analisaram-se geograficamente os dados ambientais e socioeconômicos da área de estudo, para compreender aspectos sobre geologia/geomorfologia, solos, hidrografia, capacidade de uso das terras, clima e produção agrícola e pecuária. A base cartográfica dessa pesquisa foi elaborada por vetorização manual, com técnicas de estereoscopia, interpretação de fotografias aéreas e imagens de satélite. Utilizando de simbologias adaptadas à representação das feições naturais e antropogênicas foi possível visualizar dados referentes aos cenários dos anos de 1964, 2008 e 2014. Os mapeamentos hidrográficos permitiram observar a conversão dos cursos d’água presentes nos campos nativos em canais artificiais, principalmente vinculados à conversão das coberturas campestres em lavouras de arroz irrigado. O setor em que mais ocorreram mudanças foi no Alto Curso da Bacia com a expansão da atividade da rizicultura. Os mapeamentos de cobertura e uso da terra indicaram que na Bacia Hidrográfica do Arroio Moreira as maiores alterações ocorridas, em função dos processos antrópicos, têm relação com a substituição das áreas de campos limpos por pastagens e cultivos temporários, com ênfase no arroz irrigado. Essa dinâmica coincide com dados socioeconômicos da área de estudo, pois os projetos de irrigação incentivaram a expansão das lavouras de arroz sobre as áreas campestres e terrenos de várzeas, e as demais atividades agrícolas se expandiram nas áreas altas da bacia hidrográfica. A partir da correlação das bases cartográficas dos mapeamentos hidrográficos, de cobertura e uso da terra e os limites dos imóveis rurais (Cadastro Ambiental Rural), foram identificados 76 imóveis rurais inseridos nos limites da Bacia Hidrográfica, com 15,38 km² de Áreas de Preservação Permanente, dos quais, apenas 8,97 km² possuem vegetação nativa preservada. A área restante possui 6,41 km² com uso agrícola podendo ser considerada como Área Rural Consolidada. Os resultados obtidos possibilitaram identificar as áreas mais fragilizadas ambientalmente e as áreas com remanescentes de vegetação nativa na bacia. Portanto, a partir dessas informações e com os dados levantados, espera-se contribuir na compreensão da utilização do código florestal com finalidade de diagnóstico ambiental, estabelecendo áreas prioritárias de proteção e recuperação ambiental na área de estudo.
Abstract: This dissertation aims to analyze the application of the current Brazilian forest code, together with the dynamics of hydrographic and land-use changes in the Arroio Moreira Hydrographic Basin (Rio Grande do Sul - Brazil), to proposing an environmental diagnosis that establishes priority areas for protection and recovery in the study area. Initially, a bibliographical review on the subject was performed, scientifically coherent with the concepts of sustainable development and that highlights the complexity of the interpretation at the Brazilian forest law (also recognized as the Brazilian native vegetation protection law) in the environmental regularization of rural properties. Subsequently, the environmental and socioeconomic data of the study area were analyzed geographically, seeking to understand aspects of geology/geomorphology, soils, hydrography, land use capacity, climate and agricultural and livestock production. The cartographic base of this research was elaborated by manual vectorization, with stereoscopy techniques, interpretation of aerial photographs and satellite images. A symbology adapted to the representation of natural and anthropogenic features was used to visualize data referring to the scenarios of the years 1964, 2008 and 2014. The hydrographic mappings allowed observing the conversion of watercourses from native fields into artificial channels linked to irrigated rice fields. The sector in which most changes occurred was in the upper land of the Basin, through the expansion of the paddy fields. Land use mappings indicated major changes in the hydrographic basin by anthropic processes, with the replacement of field areas by pastures and temporary crops, with emphasis on rice fields. This dynamic matches with socioeconomic data, due to older irrigation projects that promoted the expansion of rice crops over native fields and wetlands. Correlating the cartographic bases of land use maps, hydrographic maps and the limits of rural properties (by Rural Environmental Registry - Cadastro Ambiental Rural, in Portuguese), 76 rural properties were identified in the study area, with 15.38 km² of Permanent Preservation Areas, with only 8.97 km² of preserved native vegetation. The remaining area has 6.41 km² with agricultural use and can be considered as a (Rural) Consolidated Area. Results identified more environmentally fragile areas and areas with native vegetation. Therefore, with these data, it is expected to contribute to the understanding of the use of the Brazilian forest code for the purpose of environmental diagnosis, establishing priority areas for environmental protection and recovery.
Keywords: Sistemas hidrográficos
Legislação ambiental
Lei de Proteção da Vegetação Nativa
Cadastro Ambiental Rural (CAR)
Regularização ambiental
Hydrographic systems
Environmental legislation
Brazilian native vegetation protection law
Brazilian Rural Environmental Registry (CAR)
Environmental regularization
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geografia
Citation: SIQUEIRA, Rodrigo de Oliveira. Diagnóstico Ambiental da Bacia Hidrográfica do Arroio Moreira (RS), a partir da análise da dinâmica de cobertura e uso da terra em consonância com o novo código florestal. 2021. 168 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Programa de Pós-graduação em Geografia, Instituto de Ciências Humanas, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2021.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/8200
Issue Date: 29-Sep-2021
Appears in Collections:PPGeo: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo_Oliveira_Siqueira_Dissertação.pdf6,14 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons