Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1039
metadata.dc.type: masterThesis
Title: O valor econômico do cultural: o caso da Fábrica Rheingantz na cidade do Rio Grande - RS
Other Titles: O valor econômico do cultural: o caso da Fábrica Rheingantz na cidade do Rio Grande - RS
metadata.dc.creator: Silva, Rogério Piva da
metadata.dc.contributor.advisor1: Vieira, Sidney Gonçalves
metadata.dc.description.resumo: A Fábrica Rheingantz, fundada em 1873 na cidade do Rio Grande, foi a pioneira na industrialização no Rio Grande do Sul. Seu complexo, que através da produção fabril ajudou a impulsionar a economia local, encontra-se abandonada desde que sua atividade entrou em declínio ao fim dos anos 1960, abrigando desocupados e sendo alvo de vândalos. O descaso e a degradação que vem sofrendo, evidencia que se nada for feito rapidamente, pode-se perder um dos únicos sítios industriais urbanos do Estado do Rio Grande do Sul que ainda mantém parte de sua estrutura edificada. Com o intuito de fornecer uma dimensão distintiva aos agentes e gestores patrimoniais na tomada de decisão, este trabalho tem por objetivo dimensionar o valor atribuído pela sociedade rio-grandina à fábrica Rheingantz utilizando, o método da valoração contingente, fundamentado em Pearce, Pagliola, entre outros. A valoração econômica se justifica em virtude da necessidade de se fazer escolhas entre o que é imprescindível preservar e o que não é - em função dos recursos escassos. Para tanto, este trabalho foi desenvolvido por meio do método de abordagem dedutivo, descritivo e pesquisa de campo. Foram entrevistados 500 indivíduos dos quais, 87% acreditam que a fábrica representa a identidade local, 84% que deve ser tombada como patrimônio cultural do Rio Grande e 63% responderam estarem dispostos a pagar/doar pela preservação/conservação do Patrimônio Cultural representado pela Rheingantz, resultando em uma disposição média a pagar de R$ 4,44 e valor econômico total de R$5.682.600,00
Abstract: Rheingantz Factory, founded in 1873 in Rio Grande, was a pioneer in industrialization in Rio Grande do Sul. The complex, which through the factory production helped to boost the local economy, is abandoned since the activity began to decline in the late 1960s. As a consequence, it starts to house unemployed and be vandalized. The neglect and degradation that has been suffering, shows that if nothing is done quickly, you can lose the only place industrial city of Rio Grande do Sul, which still retains some of its structure built. In order to provide a distinctive dimension to the agents and asset managers in making decisions, this study aims to measure the value assigned by society to the factory Rheingantz. For this, it will be used the contingent valuation method based on Pearce, Paglioli, among others. The economic valuation is justified by the need to make choices between what is essential to preserve and what is not, because of scarce resources. To this end, this study was conducted by the method of deductive approach, descriptive and field research. We interviewed 500 individuals of whom 87% believed that the plant represents a local identity, 84% should be overthrown as cultural heritage of the Rio Grande and 63% said they are willing to pay / donate for the preservation / conservation of cultural heritage represented by the Rheingantz, resulting in an average willingness to pay R$ 18.96 and total economic value of R$ 5,682,600.00
Keywords: Patrimônio
Identidade
Rheingantz
Valoração econômica
DAP
Heritage
Identity
Economic valu
DAP
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural
Citation: SILVA, Rogério Piva da. O valor econômico do cultural: o caso da Fábrica Rheingantz na cidade do Rio Grande - RS. 2012. 151 f. Dissertação (Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1039
Issue Date: 27-Mar-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rogerio_Piva_Silva_Dissertacao.pdf8,12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.