Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1870
metadata.dc.type: masterThesis
Title: O significado da vivência do tratamento hemodialítico para indivíduos provenientes do contexto rural
Other Titles: The meaning of the experience of hemodialysis for people from the rural context
metadata.dc.creator: Lima, Julyane Felipette
metadata.dc.description.resumo: O cuidado ao usuário de terapias renais substitutivas envolve uma mobilização de habilidades que transcende o saber técnico instituído, pois esses impõem inúmeras restrições aos usuários. Na perspectiva do indivíduo proveniente do contexto rural realizar hemodiálise significa também ter de o distanciamento geográfico e cultural da assistência a saúde. O estudo objetivou compreender o significado do tratamento de hemodiálise sob a perspectiva dos indivíduos provenientes do contexto rural. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa exploratória e descritiva, é uma dissertação de mestrado. Corresponde a um subprojeto da pesquisa coordenado pela Profª Dra. Eda Schwartz, que recebeu apoio do CNPq como Bolsista Sênior do projeto O cotidiano das famílias rurais na presença da doença renal crônica: compreensão baseada na Teoria Fundamentada em Dados . O estudo foi realizado no serviço de nefrologia de um hospital de ensino e no domicílio dos sujeitos. Participaram do estudo três indivíduos, sendo realizadas quatro entrevistas com cada um, duas no serviço de nefrologia e duas no domicílio dos indivíduos, sendo essas gravadas e posteriormente transcritas na íntegra. Os indivíduos aceitaram a participação no estudo mediante a assinatura do Termo Consentimento Livre Esclarecido. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética com parecer sob o número 1096/2011 e pelo Setor de Educação Continuada da instituição em que os usuários realizavam tratamento. Para a análise dos dados utilizou-se a categorização da Teoria Fundamentada nos Dados descrita por Charmaz. Como Perspectiva Teórica empregou-se o Interacionismo Simbólico. Os participantes do estudo foram três homens, naturais de Pelotas, Herval e Canguçu, com idades entre 55 e 73 anos, com a escolaridade de ensino fundamental incompleto, dois eram casados e tinham filhos e um era solteiro. As categorias conceituais encontradas foram: sendo trabalhador no contexto do campo, sentindo uma coisa mal, mudando-se para a cidade, permitindo-se novas interações, aventurando-se no transplante, fazendo de conta que nem faz hemodiálise, mantendo um pedacinho de terra e vendo a vida com outros olhos. As categorias encontradas estavam de acordo com outros estudos realizados também com pacientes em hemodiálise, porém os valores formados na interação desses indivíduos na perspectiva do contexto rural os remeteram a um melhor enfrentamento da doença. Assim, a terra foi o símbolo que mais apareceu nos discursos tendo um significado de formação de caráter e conformou-se também como o que restou da interação com o cotidiano antes da necessidade da hemodiálise. Os achados do presente estudo tem o potencial para incentivar os profissionais da saúde, principalmente os enfermeiros, a melhorarem sua prática assistencial. Já que questões relevantes como a adesão ao tratamento são reflexo da perspectiva dos indivíduos sobre a doença e tratamento, sendo essas influenciadas pelos contextos de onde provêm.
Abstract: The care to users of renal replacement therapies involves a mobilization of skills that transcend the technical instituted knowledge because it imposes numerous restrictions on users. From the perspective of the individual from the rural context hemodialysis also means having to face geographical and cultural distance from health care. The study aimed to understand the meaning of hemodialysis treatment from the perspective of individuals from the rural context. This is a study of exploratory and descriptive qualitative approach. It corresponds to a subproject of research coordinated by Prof. Dr. Eda Schwartz, who received support from CNPq as Senior Fellow of the project "The daily life of rural families in the presence of chronic kidney disease: understanding based on Grounded Theory." The study was conducted in nephrology service of a teaching hospital and in their homes. Participants were three individuals, and four interviews with each were conducted, two on nephrology service and two in the homes of individuals, these ones recorded and later transcribed verbatim. The subjects agreed to participate in the study by signing the consent form. The research project was approved by the Ethics Committee under the number 1096/2011 and the Division of Continuing Education of the institution in which users were undergoing treatment. For data analysis we used the categorization of Grounded Theory described by Charmaz. As Theoretical Perspective we used Symbolic Interactionism. Study participants were three men, natives of Pelotas, Herval and Canguçu, aged 55 and 73 years of and schooling with the incomplete elementary school, two were married and had children and one was single. The conceptual categories were: being employed in the context of the field, sensing something wrong, moving to the city, allowing for new interactions, venturing transplant, or pretending not to do hemodialysis, holding a piece of land and seeing life through different eyes. The categories found were in agreement with other studies also hemodialysis patients, however the values formed in the interaction of these individuals from the perspective of the rural context remitted to better cope with the disease. Thus the land was the symbol that appeared in the speeches having more significance to character formation and conformed well as what remained of interaction with everyday life before the need for dialysis. The findings of this study have the potential to encourage health professionals, especially nurses, to improve their care practice. Since relevant issues as adherence to treatment is a reflection of the perspective of individuals about the disease and treatment, and those influenced by the contexts in which they arise.
Keywords: Diálise
Insuficiência renal crônica
População rural
Enfermagem
Dialysis
Chronic kidney failure
Rural population
Nursing
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: LIMA, Julyane Felipette. The meaning of the experience of hemodialysis for people from the rural context. 2012. 109 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem e Obstetrícia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1870
Issue Date: 26-Oct-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Enfermagem: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Juliane.pdf1,81 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.