Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2134
Tipo: doctoralThesis
Título: Uso de fitorreguladores para controle do desenvolvimento vegetativo e aumento da frutificação em macieira e pereira.
Título(s) alternativo(s): Use of growth regulators to control vegetative growth and frutification increase in apple and pear trees
Autor(es): Hawerroth, Fernando José
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Leite, Gabriel Berenhauser
Resumo: O adequado balanço entre o desenvolvimento vegetativo e a frutificação em espécies pomáceas, como a macieira e a pereira, é fundamental ao aumento da eficiência produtiva e a melhoria da qualidade dos frutos. Neste sentido, o controle do desenvolvimento vegetativo e o aumento da frutificação são necessários no manejo de tais espécies, podendo ser obtidos pelo uso de fitorreguladores. Objetivou-se com este estudo avaliar o controle do desenvolvimento vegetativo e o aumento da frutificação de macieiras e de pereiras nas condições climáticas do Sul do Brasil em resposta ao uso de fitorreguladores. Para tanto, foram realizados três experimentos. No primeiro experimento, foram avaliadas diferentes concentrações de proexadione cálcio em macieiras Imperial Gala e Fuji Suprema , enxertadas no porta-enxerto Marubakaido com interenxerto de M9, em pomar localizado em Fraiburgo/SC. Os tratamentos (0; 165; 330; 495; 660; e 990 g ha-1 de proexadione cálcio) foram aplicados durante o período de desenvolvimento vegetativo nos ciclos 2008/2009 e 2009/2010. As concentrações respectivas a cada tratamento foram aplicadas parceladamente em três momentos. A primeira aplicação foi realizada quando as brotações do tratamento testemunha apresentavam crescimento de 10 cm. A segunda e a terceira aplicação foram realizadas aos 30 e 60 dias após a primeira aplicação, respectivamente. O proexadione cálcio foi eficiente no controle do desenvolvimento vegetativo de macieiras Imperial Gala e Fuji Suprema , reduzindo a massa total e a massa média de ramos, assim como o comprimento médio dos ramos, nas condições climáticas do Sul do Brasil. O uso de proexadione cálcio em concentrações variando de 165 a 330 g ha-1 aumentou a produção de maçãs Imperial Gala , porém altas concentrações deste fitorregulador tendem a reduzir a produção de frutos por planta, sobretudo em macieiras Fuji Suprema . A redução do desenvolvimento vegetativo pelo uso do proexadione cálcio contribuiu 6 para o aumento dos teores de cálcio em maçãs Fuji Suprema . O segundo experimento foi realizado no município de Pelotas/RS, utilizando pereiras Hosui enxertadas no porta-enxerto Pyrus calleryana. Foram avaliadas diferentes concentrações de proexadione cálcio (0; 275; 550; e 825 g ha-1), sendo metade da concentração respectiva a cada tratamento aplicada quando as brotações apresentavam entre 5 a 10 cm de comprimento, e o restante aplicado 30 dias após a primeira aplicação. O uso de proexadione cálcio foi efetivo no controle do desenvolvimento vegetativo de pereiras Hosui , minimizando a necessidade de poda hibernal pela redução da massa total e do número de ramos podados. O controle do desenvolvimento vegetativo pelo uso de proexadione cálcio determinou aumento da capacidade produtiva de pereiras Hosui , sobretudo em concentrações de 450 a 750 g ha-1. O objetivo do terceiro experimento foi avaliar a efetividade do thidiazuron, ácido giberélico, proexadione cálcio e a combinação destas substâncias no aumento da frutificação de pereiras asiáticas Shinseiki . Os seguintes tratamentos foram aplicados na plena floração: 1. testemunha (sem aplicação); 2. thidiazuron (TDZ) 20 mg L-1; 3. ácido giberélico (AG) 20 mg L-1; 4. proexadione cálcio (PCa) 600 mg L-1; 5. PCa 600 mg L-1 + TDZ 20 mg L-1; 6. PCa 600 mg L-1 + AG 20 mg L-1; e 7. AG 20 mg L-1 + TDZ 20 mg L-1. A aplicação de thidiazuron 20 mg L-1, ácido giberélico 20 mg L-1 e a combinação destas substâncias durante a plena floração aumentaram significativamente a frutificação e a produção de pereiras Shinseiki . O proexadione cálcio, quando aplicado na floração isoladamente ou em combinação ao thidiazuron e ao ácido giberélico, não se mostrou efetivo no aumento da frutificação e na produção de frutos. A utilização dos fitorreguladores na floração diminuiu o número médio de sementes por fruto.
Abstract: The proper balance between vegetative growth and frutification in pome fruit species such as apple and pear, it is essential to increase production efficiency and improving fruit quality. In this sense, control of vegetative growth and frutification increase are needed in the management of these species, which may be obtained by use of growth regulators. The objective of this study was to evaluate the control of vegetative growth and frutification increase of apple and pear orchards in the Southern Brazil climatic conditions in response to the use of growth regulators. For this, three experiments were carried out in this research. In the first experiment, different concentrations of prohexadione calcium were evaluated in 'Imperial Gala' and 'Fuji Suprema' apple trees, grafted on Marubakaido rootstock with M9 interstock, in an orchard located in Fraiburgo/SC. The treatments (0, 165, 330, 495, 660, and 990 g ha-1 prohexadione calcium) were applied during the vegetative growth in 2008/2009 and 2009/2010 growing seasons. The concentrations corresponding to each treatment were applied split into three parts. The first application was done when the shoots of the control treatment showed growth of 10 cm. The second and third applications were made at 30 and 60 days after the first application, respectively. The prohexadione calcium was effective in controlling vegetative growth of apple trees 'Imperial Gala' and 'Fuji Suprema', reducing the total weight and average weight of pruned shoots, as well as the average shoot length, in the Southern Brazil climatic conditions. The use of prohexadione calcium at concentrations ranging from 165 to 330 g ha-1 increased the fruit production of 'Imperial Gala' apples, but high concentrations of this growth regulator tends to reduce the fruit production, especially in 'Fuji Suprema' apples. The reduction of vegetative growth by the use of prohexadione calcium contributed to increase calcium content in fruits of 'Fuji Suprema'. The second experiment was carried out in Pelotas/RS, using 'Hosui' pears grafted on Pyrus calleryana rootstock. Different 8 concentrations of prohexadione calcium were evaluated (0, 275, 550, and 825 g ha- 1), being half the concentration corresponding to each treatment applied when the shoots had between 5 to 10 cm in length, and the remainder applied 30 days after the first application. The use of prohexadione calcium was effective in controlling the vegetative growth of 'Hosui' pears, decreasing the need for winter pruning by reducing the total weight and the number of shoots pruned. The control of vegetative growth by use of prohexadione calcium determined increase the productive capacity of 'Hosui pears, especially at concentrations ranging from 450 to 750 g ha-1. The aim of the third experiment was to evaluate the effectiveness of thidiazuron, gibberellic acid, prohexadione calcium and combination of these substances on frutification increase of 'Shinseiki' asian pears. The following treatments were applied at full bloom: 1. control (no application); 2. thidiazuron (TDZ) 20 mg L-1; 3. gibberellic acid (GA) 20 mg L-1; 4. prohexadione calcium (PCa) 600 mg L-1; 5. PCa 600 mg L-1 + TDZ 20 mg L-1; 6. PCa 600 mg L-1 + AG 20 mg L-1; e 7. AG 20 mg L-1 + TDZ 20 mg L-1. The application thidiazuron at 20 mg L-1, gibberellic acid at 20 mg L-1 and the combination of these substances during the full bloom increased significantly the frutification and the fruit production of 'Shinseiki' pears. The prohexadione calcium, when sprayed at flowering alone or in combination to thidiazuron and gibberellic acid, was not effective to increase the fruit set and fruit production. The use of growth regulators on flowering decreased the number of seeds per fruit.
Palavras-chave: Malus domestica
Pyrus spp.
Proexadione cálcio
Thidiazuron
Ácido giberélico
Poda
Frutificação
Produção
Malus domestica
Pyrus spp.
Prohexadione calcium
Thidiazuron
Gibberellic acid
Pruning
Frutification
Fruit production
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Pelotas
Sigla da Instituição: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citação: HAWERROTH, Fernando José. Use of growth regulators to control vegetative growth and frutification increase in apple and pear trees. 2010. 158 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2010.
Tipo de Acesso: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2134
Data do documento: 23-Nov-2010
Aparece nas coleções:Pós-Graduação em Agronomia: Dissertações e Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Fernando_Jose_Hawerroth.pdf6,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.