Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4962
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Participação em redes e dificuldades na comercialização dos empreendimentos de economia solidária rurais no Brasil
Other Titles: Participation in networks and commercialization difficulties of rural solidarity economy enterprises in Brazil
metadata.dc.creator: Nolasco , Fernanda da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Canever, Mario Duarte
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem por objetivo principal verificar se os empreendimentos de Economia Solidária que participam de rede possuem menos dificuldades na comercialização que aqueles que não participam de rede. Para realização deste trabalho, analisaram-se dados secundários obtidos no banco de dados do Sistema de Informações em Economia Solidária (SIES), o qual continha um total de 19.708 empreendimentos, sendo 9.722 classificados como empreendimentos de Economia Solidária Rurais no Brasil. O banco de dados existente é composto por 171 questões, das quais foram analisadas 14 questões, uma vez que as demais não fazem parte do objetivo do trabalho. Os dados foram analisados através de estatística descritiva, análise de Qui-quadrado e Teste de diferença de média (TestT). Contatou-se que o fato de os empreendimentos participarem ou não de rede mostra de forma significativa, que sim está associado ter mais dificuldades na comercialização. De acordo com os dados analisados neste estudo, a participação em rede representa 15,3%, isto ressalta que 84,7% apresentam mais dificuldades na comercialização. As principais dificuldades na comercialização foram: falta de capital de giro, custo elevado de transporte e precariedade das estradas para o escoamento da produção. Descobriu-se que a venda é prioritariamente para o consumidor final e que a maioria dos empreendimentos é formada predominantemente por adultos, tendo em média 17 pessoas envolvidas em cada empreendimento.
Abstract: The main objective of this paper is to verify if the Solidarity Economy enterprises that participate in networks have fewer difficulties in marketing than those that do not participate in networks. For this work, we analyzed secondary data obtained from the database of the Solidarity Economy Information System (SIES), which contained 19,708 enterprises, of which 9,722 were classified as Rural Solidary Economy enterprises in Brazil. The existing database consists of 171 questions, of which 14 questions were analyzed, since the others are not part of this work’s objective. The data were analyzed through descriptive statistics, chi-square analysis and mean difference test.It was found that the fact that the projects participate or not in the network shows significantly that yes is associated with more difficulties in marketing.The main difficulties in commercialization were lack of capital and turnover, high cost of transportation and precariousness of the roads for the production flow. It was found that the sale is primarily for the final consumer and that most of the projects are formed predominantly by adults, with an average of 17 people involved in each project.
Keywords: Desenvolvimento territorial
Economia solidária
Comercialização
Formação de redes
Solidarity economy
Commercialization
Networking
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Administração e Turismo
Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais
Citation: NOLASCO, Fernanda da Silva. Participação em redes e dificuldades na comercialização dos empreendimentos de economia solidária rurais no Brasil. 2019. 57f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais), Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel e Faculdade de Administração e Turismo, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2019.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4962
Issue Date: 30-Aug-2019
Appears in Collections:PPGDTSA: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda_da_Silva_Nolasco.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons