Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5341
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Influência da “ponte verde” na atividade enzimática e eficiência de controle em populações de Spodoptera frugiperda
Other Titles: “Green bridge” effect on the enzymatic activity and insecticide control of Spodoptera frugiperda populations
metadata.dc.creator: Carvalho, Indyra Faria de
metadata.dc.contributor.advisor1: Rosa, Ana Paula Schneid Afonso da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Zotti, Moises João
metadata.dc.description.resumo: A lagarta do cartucho do milho, Spodoptera frugiperda é uma espécie polífaga que pode se alimentar de mais de 80 espécies de plantas, incluindo culturas de importância econômica e social, como o milho, algodão e arroz. Apesar de ser uma praga amplamente estudada, é de difícil controle, o que se deve principalmente à complexidade genética da espécie. S. frugiperda possui biótipos, com elevado poder de dispersão e alto poder adaptativo a diversos hospedeiros em estádios fenológicos variados, o que favorece o movimento e sobrevivência dessa praga durante todo o ano, causando o efeito de “ponte verde”. Portanto, é importante selecionar racionalmente plantas hospedeiras adequadas que possam minimizar o efeito da “ponte verde” em resposta à variabilidade genética da espécie. Entender esses caracteres bioecológicos como uma unidade, pode ajudar a prever diferentes respostas fisiológicas e comportamentais do inseto que podem favorecer os programas de MIP, especialmente no que diz respeito à indução / inibição de enzimas de detoxicação, que é um dos principais mecanismos de metabolização de xenobióticos, também envolvido na detoxificação de inseticidas. Diante do exposto, a fim de investigar estratégias de manejo proativo, este estudo teve como objetivo avaliar i) a atividade de enzimas de desintoxicação e ii) a suscetibilidade a inseticidas químicos de populações de S. frugiperda de diferentes agroecossistemas em cultivos de verão e inverno simulando o efeito de “ponte verde”. Para a avaliação da eficiência de inseticidas a mortalidade em cada tratamento foi corrigida em relação a testemunha pela fórmula de Abbot (1925), o efeito sinérgico com inseticidas foi avaliado utilizando-se os inibidores DEF e DEM. A atividade de ambas enzimas foi significativamente maior na população Pelotas, do que na população Cascavel. A eficiência dos inseticidas na população Pelotas, foi constante sob o efeito da “ponte verde” testada, no entanto, a população Cascavel aumentou significativamente a eficiência de controle após passar pelo cultivo de inverno (aveia). O uso de sinérgicos não foi efetivo na população Cascavel, mas foi na população Pelotas. As diferenças encontradas podem ser decorrentes do custo adaptativo, do desenvolvimento da resistência em relação ao alimento e aos inseticidas, da intensidade da pressão de seleção e até mesmo do biótipo, portanto o efeito da “ponte verde”, surge como um somatório de variáveis bióticas e abióticas em que a população está inserida.
Abstract: The Fall armyworm, Spodoptera frugiperda is a polyphagous noctuid, that can feed on more than 80 plant species, including crops of great economic and social relevance, such as maize, cotton and rice. Despite being widely studied, it is a particularly difficult pest to control, mainly due to the genetic complexity of the species. S. frugiperda, which is divided in biotypes, and have high dispersion capacity and fast adaptive power to several hosts plants on varied phenological stages. This favors its movement and survival throughout the year in a phenomenon known as the "bridge green" effect. Therefore, it’s important to rationally select proper hosts plants that can minimize the “green bridge” effect in response to the genetic differences’ of FAW biotypes. Understanding these bioecological characters as a unit, can help predict different physiological and behavioral responses in IPM programs, especially regarding the induction / inhibition of detoxification enzymes, which is one of the main mechanisms of plant xenobiotic metabolization, that can also be evolved in insecticides detoxification. Due to the above, in order to investigate proactive IPM strategies, this study aimed to evaluate i) the activity of detoxification enzymes and ii) the susceptibility to chemical insecticides of S. frugiperda populations from different agroecosystems in summer and winter crops simulating the “green bridge” effect. Total protein, esterases and glutathione enzyme activity were measured following Bradford (1978), Hemingway (1998) and Harold & Ottea (2000) methods, respectively. Insecticide efficiency, was held using a Potter’s Tower, and total mortality was corrected by Abbot (1925) formula. The synergism effect of enzyme inhibitors DEF and DEM was measured by applying synergist 24 hours before insecticide application. The experiments were done in all host plants along generations, simulating the “green bridge” effect, in two different S. frugiperda populations, originally collected in geographically distant regions of Brazil, this being Pelotas and Cascavel. Enzymatic activity was higher in Pelotas populations than Cascavel. Insecticide efficiency in population Pelotas didn’t vary significantly during the green bridge effect tested, although insecticide efficiency in Cascavel populations, was higher after feeding on oat (the winter crop tested) and after returning to maize. Synergism effect was low in Cascavel, but high on Pelotas larvae. We conclude, that those differences may be due a sum of factors, such fitness cost, resistance to allelochemicals from host plants and insecticides, varied selection pressure and the biotype, there for, the green bridge effect turns out to be a response to a sum of biotic and abiotic variables in which a population is inserted.
Keywords: Entomologia
Lagarta do cartucho
Spodoptera frugiperda
Fall armyworm
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::ENTOMOLOGIA AGRICOLA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Biologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Entomologia
Citation: CARVALHO, Indyra Faria. Influência da “ponte verde” na atividade enzimática e eficiência de controle em populações de Spodoptera frugiperda. 2019. 47f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Programa de Pós-Graduação em Entomologia, Instituto de Biologia, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2019.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5341
Issue Date: 7-Mar-2019
Appears in Collections:Pós-Graduação em Entomologia: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_indyra_carvalho.pdf676,32 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons