Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/6483
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Efeito do número e nível de intensidade das aulas de Educação Física sobre a função cognitiva e o desempenho acadêmico de alunos do ensino fundamental.
Other Titles: Effect of the number and level of intensity of Physical Education classes on cognitive function and academic performance of students of basic education.
metadata.dc.creator: Rosa, Daiana Lopes de
metadata.dc.contributor.advisor1: Marques, Alexandre Carriconde
metadata.dc.description.resumo: A prática de atividade física e o exercício físico promove benefícios para a saúde mental e neuropsicológica. Estudos mostram que a participação nas aulas de Educação Física (EF) e a atividade física em geral tem uma relação positiva com a melhora da função cognitiva e o desempenho acadêmico. O objetivo do estudo foi verificar o efeito do número de aulas de EF e sua intensidade sobre o desempenho acadêmico e a função cognitiva de crianças e adolescentes do ensino fundamental da rede municipal da cidade de Pelotas, RS. Estudo de intervenção com duração de 9 semanas. A amostra foi composta por 3 escolas da rede municipal, sendo uma com três aulas de educação física e uma com duas aulas em diferentes dias na semana e uma com duas aulas no mesmo dia. Os participantes da pesquisa foram 100 alunos do 6º ano, destes 52 alocados no grupo intervenção e 48 alunos no grupo controle. A função cognitiva foi avaliada pelo Teste de Stroop e o desempenho acadêmico através da nota final dos alunos nas disciplinas de português, matemática e ciências. A intervenção teve como objetivo fazer com que os alunos ficassem maior parte do tempo da aula em atividades físicas moderadas e vigorosas, as estratégias utilizadas foram: atividades em pequenos grupos, circuitos, minijogos, além de atividades que envolvessem corridas e caminhadas. As aulas foram ministradas pelas pesquisadoras responsáveis pelo estudo, já o grupo controle não teve alteração nas aulas. Os resultados mostraram que não foram atingindo os objetivos de aumentar a intensidade das aulas no grupo intervenção, no entanto, após 9 semanas de estudo a escola com 3 aulas de educação física manteve o desempenho, já as escolas com duas aulas na semana e duas aulas no dia reduziram o desempenho acadêmico. Com relação a função cognitiva, na condição cor/palavra (efeito Stroop) houve diferença significativa do momento pré e pós (p<0,001), nas três escolas o grupo intervenção melhorou significativamente em comparação ao grupo controle. Conclui-se que um maior número de aulas de Educação Física na semana não é prejudicial para o desempenho acadêmico e o desenvolvimento cognitivo de crianças e adolescentes.
Abstract: The practice of physical activity and physical exercise promotes benefits for the neuropsychological and mental health. Studies show that the participation in physical education (PE) classes and physical activity in general has a positive relationship with the improvement of cognitive function and academic performance. The objective of this study was to verify the effect of number and intensity of PE classes on the academic performance and cognitive function in children and adolescents of municipal schools of the city of Pelotas, RS. Intervention Study with duration of 9 weeks. The sample was composed of 3 schools in the municipal network, being one with three physical education classes and one with two lessons on different days of the week and one with two classes on the same day. Research participants were 100 students of the 6th year, these 52 allocated to the intervention group and 48 students in the control group. The cognitive function was evaluated by the Stroop Test and academic performance through the final note of students in disciplines of English, mathematics and science. The intervention was aimed at making students stay most of the time the lesson in moderate and vigorous physical activities, the strategies used were: activities in small groups, circuits, mini-games, as well as activities involving runs and walks. The lessons were taught by the researchers responsible for the study, the control group had no change in classes. The results showed that were not reaching the goals of increasing the intensity of the classes in the intervention group, however, after 9 weeks of study to school with 3 physical education classes maintained the performance, since the schools with two lessons a week and two classes in the day decreased academic performance. With regard to cognitive function, on condition color/word (Stroop Effect) there was a significant difference of pre and post (p<0.001), in three schools in the intervention group improved significantly compared to the control group. It is concluded that a greater number of Physical Education classes during the week is not detrimental to the academic performance and cognitive development of children and adolescents.
Keywords: Educação Física
Função cognitiva
Desempenho acadêmico
Escolares
Physical education
Cognitive function
Academic performance
Students
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Escola Superior de Educação Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citation: ROSA, Daiana Lopes de. Efeito do número e nível de intensidade das aulas de Educação Física sobre a função cognitiva e o desempenho acadêmico de alunos do ensino fundamental. 2018. 176f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Escola Superior de Educação Física. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/6483
Issue Date: 27-Jul-2018
Appears in Collections:PPGEF: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daiana-Lopes-de-Rosa.pdf2,4 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons