Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/6495
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Efeitos do exercício aeróbio intradialítico com restrição parcial do fluxo sanguíneo em pacientes em hemodiálise: um ensaio clínico randomizado.
Other Titles: Effects of aerobic exercise with Blood Flow Restriction during Hemodialysis in Chronic Kidney Disease Patients – a Randomized Controlled Trial.
metadata.dc.creator: Cardoso, Rodrigo Kohn
metadata.dc.contributor.advisor1: Rombaldi, Airton José
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Del Vecchio, Fabricio Boscolo
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A doença renal crônica (DRC) está relacionada a debilidade física e aumentos nos níveis de estresse oxidativo e perfil inflamatório, principalmente no seu estágio final. O exercício físico regular, por sua vez, está associado com melhora na capacidade física, modificação positiva no perfil inflamatório e redução do estresse oxidativo. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi analisar os efeitos de uma intervenção com exercício contínuo de intensidade baixa/moderada intradialítico com restrição parcial do fluxo sanguíneo (RFS) em indicadores de saúde e parâmetros do sistema imune e estresse oxidativo de pacientes em hemodiálise (HD). Materiais e métodos: Foi realizado um estudo experimental, do tipo ensaio clínico randomizado fase III, open label. A amostra foi composta por 66 pacientes em HD. Aplicação do questionário (variáveis sociodemográficas, nutricionais, comportamentais e qualidade de vida) e coletas sanguíneas foram realizadas antes e após a intervenção. Os participantes foram alocados aleatoriamente em: 1. Grupo de exercício com RFS (GRFS); 2. Grupo de exercício sem RFS (GE); e 3. Grupo controle (GE). A intervenção foi composta por doze semanas de 20 minutos por sessão de pedalada nas seguintes intensidades: mesociclo 1 (semanas 1 - 6) – frequência cardíaca entre 60 e 63% da máxima; e mesociclo 2 (semanas 7 - 12) – frequência cardíaca entre 64% e 76% da máxima. O nível de significância de 5% bicaudal foi utilizado em toda a análise. O teste análise de variância (ANOVA) de dois fatores mista, com um fator grupo e medidas repetidas no fator tempo foi utilizado na comparação dos protocolos de treinamento quando as variáveis apresentaram comportamento paramétrico, sendo utilizado o comando contrast do Stata como post-hoc. O teste de Friedman foi utilizado para variáveis com comportamento não-paramétrico. Resultados: De modo geral, os principais achados indicaram que: i) os participantes apresentaram níveis de força e capacidade funcional reduzidos, o que reafirmou a condição física debilitada de pacientes com DRC em HD; ii) os participantes apresentaram níveis séricos de marcadores de inflamação elevados, o que reafirmou a condição de inflamação sistêmica dessa população; iii) o exercício contínuo com RFS foi eficaz em melhorar a capacidade funcional de pacientes em HD; iv) doze semanas de exercício contínuo de intensidade baixa/moderada com RFS reduziu em 33% o nível sistêmico do marcador de inflamação fator de necrose tumoral (TNF-α); v) os grupos GC e GE não apresentaram modificações nos desfechos estudados; e vi) o protocolo de exercício utilizado no presente estudo não produziu alterações nos níveis de força muscular, marcadores de estresse oxidativo e das interleucinas 6 e 1beta. Conclusão: O treinamento contínuo de baixa/moderada intensidade foi eficaz em aumentar a capacidade funcional e reduzir a inflamação sistêmica em pacientes com DRC em HD.
Abstract: Introduction: Chronic kidney disease (CKD) is related to physical weakness and increases in levels of oxidative stress and inflammatory profile, especially in its final stage. Regular physical exercise, in turn, is associated with improvement in physical capacity, positive modification in the inflammatory profile and reduction of oxidative stress. Objective: The objective of the present study was to analyze the effects of an intervention with continuous-low-to-moderate intradialytic exercise with partial blood flow restriction (BFR) on health indicators and parameters of the immune system and oxidative stress of patients on hemodialysis (HD). Materials and methods: An experimental, randomized, phase III, open label clinical trial was conducted. The sample consisted of 66 patients in HD. Questionnaire was administered (sociodemographic, nutritional, behavioral and quality of life variables) and blood samples were collected before and after the intervention. Participants were randomly assigned to: 1. Exercise group using BFR (GBFR); 2. Exercise group not using BFR (GE); and 3. Control group (GE). The exercise intervention was applied thrice weekly, for twenty minutes, and lasted twelve weeks an adapted cycle ergometer as follows: mesocycle 1 (weeks 1-6) - heart rate from 60% to 63% of the maximal heart rate (HRmax); and mesocycle 2 (weeks 7 - 12) - heart rate from 64% to 76% of HRmax. The 5% significance level was used during the analysis. The test of variance (ANOVA) of two mixed factors, with a factor group and repeated measures in the time factor was used in the comparison of the training protocols when the variables presented parametric behavior. The contrast command of Stata was used as post-hoc. The Friedman test was used for variables violating the assumption of normal distribution of residuals and that could not be normalized by transformation. Results: Overall, the main findings indicated that: i) the participants had reduced levels of strength and functional capacity, which reaffirmed the weakened physical condition of patients with CKD in HD; ii) participants had elevated serum levels of inflammation markers, which reaffirmed the systemic inflammation condition of this population; iii) continuous exercise with BFR was effective in improving the functional capacity of patients in HD; iv) twelve weeks of continuous low-to-moderate intensity exercise with RFS reduced the systemic level of tumor necrosis factor (TNF-α) marker by 33%; v) the CG and GE groups did not present any changes in the outcomes studied; and vi) the exercise protocol used in the present study did not present produced changes in muscle strength levels, oxidative stress markers and interleukins 6 and 1beta. CONCLUSION: Continuous low-to-moderate intensity training was effective in improving functional capacity and reducing systemic inflammation in patients with CKD in HD.
Keywords: Nefropatias
Falência renal crônica
Diálise
Exercício
Imunidade
Estresse oxidativo
Qualidade de vida
Kidney diseases
Kidney failure
Chronic
Dialysis
Exercise
Immunity
Oxidative stress
Quality of life
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Escola Superior de Educação Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Citation: CARDOSO, Rodrigo Kohn. Efeitos do exercício aeróbio intradialítico com restrição parcial do fluxo sanguíneo em pacientes em hemodiálise: um ensaio clínico randomizado. 2018. 167 f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Escola Superior de Educação Física. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, 2018.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/6495
Issue Date: 28-May-2018
Appears in Collections:PPGEF: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo-Kohn-Cardoso.pdf3,33 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons