Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5665
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Uma extensão baseada em características de redes sociais do modelo evolucionário de preferências sociais para autorregulação de agentes aplicada ao jogo do ultimato
Other Titles: An extension based in social networks characteristics to the evolutionary model of social preference for agent self-regulation applied to the ultimatum game.
metadata.dc.creator: Ribeiro, Murian dos Reis
metadata.dc.contributor.advisor1: Aguiar, Marilton Sanchotene de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Dimuro, Graçaliz Pereira
metadata.dc.description.resumo: Com o intuito de encontrar uma melhor forma de autorregulação dos agentes, este trabalho tem por objetivo principal a proposta de uma extensão baseada em características de redes sociais do modelo evolucionário de preferências sociais para autorregulação de agentes aplicada ao jogo do ultimato. Para tanto desenvolveu-se um modelo inspirado em Redes Sociais On-line e em características de confiabilidade utilizadas em sites de compra como o Ebay e o Mercado-Livre. Tendo-se como princípio, com isso, modelar um sistema que se baseasse de forma mais próxima possível de um ambiente real de indivíduos, bem como, buscando uma abordagem mais simples para solucionar o problema de trocas sociais em sistemas multiagente. Assim, o foco desta dissertação está no desenvolvimento de um modelo híbrido de agentes que é aplicado no Jogo do Ultimato (JU) e é inspirado em trocas sociais e algoritmos de descoberta de perfis em Redes Sociais Online (RSO), para auto-gerenciar suas trocas sociais (tendo por base preferências sociais), negociando dependências e resolvendo conflitos de forma a alcançar e manter o equilíbrio social. O modelo considera um conjunto de traços de personalidade que é invisível aos outros agentes da população, mas que guia indiretamente o sucesso ou o insucesso das trocas sociais. Para a validação do modelo proposto, desenvolveram-se dois cenários do Jogo do Ultimato. Um puro, onde havia apenas a evolução do modelo ao longo das interações e outro com a inspiração em trocas em redes sociais. Para analisar a eficiência da abordagem, levou-se em consideração o número total de trocas do JU, que em ambos os casos poderiam ser zero trocas, onde nenhum dos dois agentes envolvidos aceitou a oferta do outro; uma troca, onde apenas um dos agentes envolvidos aceitou a oferta e; duas trocas, onde ambos os agentes envolvidos aceitaram as negociações. O que pôde-se perceber foi que no modelo proposto, diferentemente do modelo original, que tendeu a evoluir de forma significativa até em torno da 500a iteração, e após este marco estabilizou-se e em alguns casos até decaiu, o novo modelo seguiu evoluindo os resultados das trocas mostrando-se mais eficiente.
Abstract: In order to find a better form of agents self-regulation, this work aims to propose an extension based on social networking characteristics to an evolutionary preference model for self-regulation of social agents applied to the ultimatum game. For this purpose we developed a model inspired in features of online social networks as used in sites like Ebay and Mercado livre. Thus we have as starting point to model a system that were based to a real environment of individuals and has a simpler approach to solve the problem of social trade in multiagent systems. Thus, the focus of this dissertation is the development of a hybrid model of agents inspired by social exchanges and discovery algorithms profiles on Online Social Networks, to self-manage their social exchanges (based on personality), negotiating and resolving conflicts dependencies in order to achieve and maintain social equilibrium. The model considers a set of personality traits that are invisible by other agents, but indirectly guide the success or failure of social exchanges. To validate the proposed model, we developed two scenarios of the Ultimatum Game (UG). A pure, where there was only the evolution of the model during iterations and another with the inspiration of exchanges in social networks. To analyze the efficiency of the approach, we took into account the total number of exchanges in UG, which in both cases could be zero exchanges, where neither of the two agents involved accepted a bid from another; one exchange, where only o ne of the agents involved accepted the offer and, two exchanges, where both agents involved accepted negotiations. What could notice was that the proposed model, unlike the original model, which tended to evolve significantly until around the 500th iteration, when has stabilized and in some cases even declined, the proposed model keep evolving the results of the exchanges showing up more efficient.
Keywords: Computação
Autorregulação de agentes
Teoria dos jogos
Trocas em redes sociais
Sistemas evolucionários de informação imperfeita
Agent self-regulation
Game theory
Social networks exchanges
Evolutionary systems of imperfect information
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Centro de Desenvolvimento Tecnológico
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Computação
Citation: RIBEIRO, Murian dos Reis. Uma extensão baseada em características de redes sociais do modelo evolucionário de preferências sociais para autorregulação de agentes aplicada ao jogo do ultimato. 2013. 72 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Computação. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/5665
Issue Date: 14-Nov-2013
Appears in Collections:PPGC: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Murian_dos_Reis_Ribeiro.pdf3,28 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons