Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2211
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Quantificação e perfil de sensibilidade e resistência a antimicrobianos de patógenos isolados em linhas de produção de alimentos de um hospital
Authors: Primio, Eliza Marques Di
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Gandra, Eliezer Ávila
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Menezes, Dulcinea Blum
metadata.dc.description.resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar a presença de estafilococos coagulase positiva, Listeria monocytogenes, Escherichia coli, Klebsiella spp e Pseudomonas spp em duas linhas de produção de alimentos de um hospital da cidade de Rio Grande RS e determinar o perfil de resistência e sensibilidade das cepas isoladas a antibióticos de uso comum. A pesquisa foi realizada mediante autorização da direção do referido hospital e aprovação pelo comitê de ética. Foram analisados 23 pontos de amostragem, em 4 repetições, totalizando 92 amostras: 16 de ambientes, 20 de utensílios, 12 de equipamentos, 16 de mãos de manipuladores, 4 de dietas via oral padrão, 8 de fórmulas infantis, 8 de dietas enterais, 4 de mamadeiras e 4 de superfícies de sondas dos pacientes internados. Para as determinações microbiológicas foram adotadas as recomendações propostas por Downes & Ito (2001), e estas realizadas no Laboratório de Análises de Alimentos da Faculdade de Nutrição e no Laboratório Genética de Micro-organismos do Instituto de Biologia, ambos pertencentes à Universidade Federal de Pelotas - RS. Os testes de resistência/sensibilidade aos antibióticos foram realizados de acordo com protocolo proposto pelo National Committee for Clinical Laboratory Standards (NCCLS, 2003) e Clinical end Laboratory Standards Institute (CLSI, 2011). Entre as 92 amostras analisadas, estafilococos coagulase positiva (ECP) foram enumerados em 44 (47,8%) e bacilos gram negativos em ágar MacConkey em 60 (65,2%) amostras. Em 45 (48,9%) amostras foi possível isolar Klebsiella spp e em 6 (11,5%) Escherichia coli. Não foram isoladas Listeria monocytogenes e enumeradas Pseudomonas spp nas amostras analisadas. Os antimicrobianos de menor eficiência para ECP foram oxacilina e penicilina-G e para Klebsiella spp ampicilina e cefalotina. Cabe ressaltar que foram encontradas cepas multirresistentes de ECP, Klebsiella spp e E.coli, as quais variaram a resistência de 2 até 8 antibióticos de uso comum. Do total de cepas isoladas, 37,4% apresentaram multirresistência, 32,1% mostraram-se resistentes a 1 dos antibióticos avaliados e 30,5% foram sensíveis a todos os antimicrobianos avaliados.
Keywords: Micro-organismos hospitalares
Unidade de alimentação e nutrição hospitalar
Resistência a antibióticos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Nutrição
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos
Citation: PRIMIO, Eliza Marques Di. Quantificação e perfil de sensibilidade e resistência a antimicrobianos de patógenos isolados em linhas de produção de alimentos de um hospital. 2012. 63 f. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2211
Issue Date: 23-Mar-2012
Appears in Collections:Pós-Graduação em Nutrição e Alimentos: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Eliza Marques di Primio.pdf1,65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.